Categoria: corpo

Especial Verão | Banho Refrescante!

Verão é aquela época em que até eu, a mais adepta dos aromar adocicados, os deixo um pouco de lado para mergulhar no mundo das fragrâncias cítricas, herbais, aquáticas e com texturas leves, de rápida absorção e que deixem aquela sensação boa de bem estar. Claro que o mercado está cheio de opções do gênero: de sabonete íntimo a protetor solar, fazendo mais de 30ºC lá fora, todo mundo tem uma boa sugestão para deixar a pele geladinha e livre do calor incômodo. Eu por exemplo, tenho uma infalível: água termal. Se bobear, fico o dia inteiro aplicando o spray no rosto, pescoço, colo, braços e até nas pernas e pés, ainda mais agora com produtos nacionais mais em conta do que as francesas importadas.

Mas além disso, sair do banho com aquele cheirinho bom e refrescante é sempre uma delícia, não? E se ele vier acompanhado de uma hidratação leve e eficiente, melhor ainda. Pensando nisso, remexi no meu armário em busca de boas dicas de produtos para quem também gosta de passar pelo verão, com aquele bom “cheirinho de banho”.

Especial Verão | Banho Refrescante!

1 Natura Tododia Sabonete Líquido Morango e Acerola | 2 Sephora Collection Esfoliante Corporal Chá Verde | 3 Roger&Gallet Sabonete Fleur d’Osmanthus | 4 Le Couvent des Minimes Gel de Banho Energizante | 5 L’Occitane Bonne Mère Sabonete Folhas Verbena

O destaque aqui vai para o sabonete líquido da Natura que, se me permitem, deveria ser vendido todos os anos no verão! Ele realmente deixa a pele com aquela sensação geladinha, super, super refrescante! E mais ainda, nenhum dos sabonetes acima ressecam a pele e todas as linhas tem seus respectivos hidratantes corporais para quem gosta de coordenar as fragrâncias: o da linha Tododia por exemplo, é muito, muito leve e deixa a pele macia (não é super potente, mas para o verão, funciona). Já o da Roger&Gallet é um pouco mais consistente e em hidratação leve também. Os leites corporais da Le Couvent des Minimes também tem textura muito leve, deixam a pele perfumada e hidratam.

O Que Tem Neste Seu Creme?

O Que Tem Neste Seu Creme?

Quantas vezes você comprou um produto que se dizia rico em manteiga de karité e ao usá-lo ficou se perguntando onde estava a tal manteiga de karité? Ou então porque os óleos corporais são tão diferentes, alguns dão a sensação de realmente hidratar enquanto outros parecem apenas deixar a pele melequenta e escorregadia. Para falar a verdade, nunca me preocupei muito com esta história. O que eu sabia era que os derivados de minerais (petrolatum, parafina líquida e afins) não hidratam a pele, apenas formam um filme protetor que mantém a hidratação natural da pele. E até aí tudo bem.

Recentemente descobri uma coisa que mudou o jeito com o qual eu olho não apenas para os cosméticos, mas também para produtos alimentícios: a ordem em que se encontram os ingredientes de um produto é decrescente. Isso significa que o primeiro ingrediente é o que se encontra em maior concentração, enquanto o último é o menos presente na formulação. E é uma norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) – para saber mais, vale ler este artigo da SuperInteressante. Saber disto faz apenas toda a diferença, principalmente quando, como eu disse no primeiro parágrafo, você compra um produto pensando que ele é rico em ativos naturais e nos rótulo ele está entre uma das últimas coisas da formulação.

Uma comparação rápida entre alguns produtos. Primeiro a Manteiga Emoliente da linha Pink da Granado contra a Manteiga Hidratante Revigorante da linha Nativa SPA de O’Boticário:

Manteiga Emoliente Granado
INGREDIENTES: Astrocaryum Murmuru Butter, Theobroma Grandiflorum Seed Butter, Butyrospermum Parkii Butter, Berthollethia Excelsa Nut Oil, Glyceryl Stearate, Cetearyl Glucoside and Cetaryl Alcohol, Sodium Cetearyl Sulfate, Dicaprylyl Carbonate, Dicaprylyl Ether, Octyldidecanol, Octyl Palmitate, Dimethicone, Tocopheryl Acetate, Sodium Polyacrylate, BHT, Glycerin, Butyl and Ethyl and Methyl and Propylparaben and Phenoxyethanol, Parfum, Aqua, Citronellol, Coumarin, Geraniol, Hexyl Cinnamal, Hydroxuisohexyl 3-Cyclohexene-Caboxaldehyde Linaool, Butylphenyl Methylpropional

Manteiga Hidratante Revigorante O Boticário
INGREDIENTES: Aqua, Paraffinum Liquidum, Glycerin, Cyclopentasiloxane, Glyceryl Stearte, Cetyl Alcohol, Stearyl Alcohol, C13-14 Isoparaffin, Theobroma Cacao Seed Butter, Butyrospermum Parkii Butter, Polysorbate 60, PEG-100, Stearate, Parfum, Ethylhexyl, Methoxicinnamate, Xantan Gum, Ethylhexyl Salicylate, Butyl Metoxydibenzoylmetane, Punica Granatum Extract, Phenoxyethanol, Benzylalcohol, Triclosan, Disodium EDTA, Cl 42090, Cl 12700, Cl 15510, BHT, Benzyl Salicylate, Butylphenyl Methylpropional, Limonene, Linalool, Methyl 2-Octynoate

Ninguém precisa saber decifrar todos estes componentes para ver a diferença entre os dois produtos. Em negrito, destaquei os ingredientes vegetais presentes em cada uma das manteigas. Percebam que o produto da Granado possui alta concentração de manteiga de murmuru, manteiga de cupuaçu, manteiga de karité e óleo de castanha do Pará. Enquanto isso, o produto de O Boticário, é rico em parafina líquida, aquela que sempre figura em primeiro nos óleos corporais. O extrato de romã, é um dos últimos ingredientes da fórmula.

Isso necessariamente significa que um é melhor do que o outro? Não, apenas que, embora tenham o “mesmo nome”, enquanto um é rico em emolientes, que hidratam a pele, o outro tem maior fator de proteção, mantendo a hidratação natural aliado a alguns agentes hidratantes como a manteiga de cacau, manteiga de karité e o extrato de romã. Algumas vezes a diferença é ainda maior e aqui eu volto a falar sobre os óleos corporais: aqueles que realmente hidratam, são ricos em óleos vegetais como o de rosa mosqueta, amêndoas doces, palma e afins, mas a maioria dos produtos comercializados tem maior concentração de parafina líquida. Aqueles óleos de argan, em sua maioria, possuem muito mais silicones do que o óleo de argan em si. Isto também não significa que eles são ruins, mas sim que talvez não contenham a quantidade de óleo que você deseja.

O Que Tem Neste Seu Creme?

Aqui eu falei de cosméticos, mas preste atenção no que você come também! Muitos dos chamados “produtos integrais”, possuem mais farinha branca, do que a integral por exemplo.

Não sei vocês, mas esta pequena informação acabou mudando muito o modo como consumo produtos de maneira geral. Acabo prestando muito mais atenção aos rótulos e aos produtos que compro.

Testei: Vasenol Geléia de Vaselina Original

Testei: Vasenol Geléia de Vaselina Original

Desde que soube que a linha Vasenol seria reformulada aqui no Brasil e junto com isso a famosa Geléia de Vaselina finalmente chegaria por aqui, fiquei muito curiosa para testar. Para quem não sabe, eu tenho a pele do corpo muito, muito seca mesmo, então sendo inverno ou verão, preciso cuidar dela, caso contrário ela fica esbranquiçada, coça… Enfim! Achei que seria uma boa oportunidade para ver o que essa “wonder gelly” realmente poderia fazer.

O que posso dizer é que fiquei um pouco surpresa com o resultado. E para ser sincera, não sei se era exatamente o que eu esperava.

Testei: Vasenol Geléia de Vaselina Original

Apesar de sua pele ter a habilidade de se renovar, reparar e recuperar o seu estado natural sozinha, às vezes ela precisa de uma ajuda extra para ficar mais saudável. A Geléia de Vaselina Original é o resultado do nosso exclusivo processo de tripla purificação, que gera uma vaselina extremamente pura e eficaz que protege e ajuda a recuperar a hidratação da sua pele.

Acho que fui com muita sede ao pote. Comprei o produto pensando em hidratação, mas esta é a única coisa que ele não faz. O único ingrediente desta geléia é o petrolatum, um derivado do petróleo que assim como a parafina presente em muitos óleos corporais, não hidrata a pele. Em geral, estes ingredientes minerais servem mais para formar um filme protetor que impede a perda excessiva de água da pele para o ambiente, mas não hidratam. Então o que vale é exatamente o que está escrito na embalagem: “ajuda a proteger a pele”. Quando aplicada, ela até ajuda a melhorar o aspecto da pele ressecada e deixa a região macia, mas nada além disso, então, se você também tem a pele seca é bom não apostar apenas na geléia para hidratar.

O que eu tenho feito é usá-la na área mais problemática do meu corpo: os pés. Aplico um hidratante bem potente – gosto muito do Lipkar Podologics da La Roche-Posay – e depois de absorvido, passo a Geléia de Vaselina e coloco meias antes de dormir. Aí sim o resultado é muito, muito bom: pés macios, hidratados e protegidos. Não usei o produto para outros fins, mas segundo a marca esta geléia tem mais de 30 usos possíveis então provavelmente ela não é boa para hidratar a pele, mas pode ser interessante para outros fins (os usos completos, estão neste vídeo da marca):

  1. Passe na parte de baixo dos olhos para suavizar olheiras;
  2. Hidrate as pálpebras diariamente antes de dormir;
  3. Aplique em pequenas queimaduras para acelerar a cicatrização;
  4. Aplique no nariz para diminuir o ressecamento no frio;
  5. Passe uma camada fina na pálpebra antes de aplicar a maquiagem, para definir o local e aumentar a sua duração;
  6. Use para proteger a pele no inverno, formando uma capa protetora na pele;
  7. Hidrate os lábios ressecados;
  8. Passe nos pés antes de dormir, coloque meias e acorde com os pés super suaves;
  9. Passe nos anéis para retirá-los mais rápido;
  10. Remova o batom vermelho usando um algodão e esfregando suavemente nos lábios.
Testei: Vasenol Geléia de Vaselina Original

Para quem se interessou e está preocupada com o cheiro – eu sei que como eu, muitas de vocês compram estes produtos corporais pelo cheirinho também – a Geléia não tem fragrância nenhuma e como o único ingrediente é o petrolatum, acredito que a menos que você tenha alergia a ele, pode ser utilizado por quem tem a pele sensível também. Já a textura… Se você não gosta daquele aspecto melequento característico de cremes mais densos, fuja. O produto demora a ser absorvido e deixa a pele bem escorregadia e pegajosa. A textura lembra muito aquelas ceras e pomadas de cabelo, só que um pouco mais cremosa. Em compensação, esta densidade toda contribui para um bom rendimento: estou usando há mais de um mês e o potinho não está nem pela metade.

Apesar de ter gostado da proteção e de ajudar a melhorar o aspecto da pele, não sei se compraria este produto novamente, porque preciso mesmo de hidratação. Também não lembro exatamente quanto paguei, mas foi algo em torno de R$11 em uma Drogaria São Paulo. No mesmo dia comprei o creme para as mãos da marca, não aquele velho conhecido Vasenol Mãos & Unhas, mas o novo “Recuperção Intensiva Hand Repair”. Espero ter mais sorte com ele do que com a geléia!

 

Detalhes da nota:

Embalagem

3/5

Textura

3/5

Eficácia

4/5

Rendimento

5/5

Preço

5/5

Avaliação Final: 4 estrelinhas

 

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi adquirido pela autora.

Baunilha da Cabeça aos Pés

Chega o frio e eu dou pulos de alegria porque posso usar e abusar dos meus produtos com cheirinho de baunilha! Tudo bem que eu também uso estes mesmos itens no calor, mas no frio parece que eles ficam “mais gostosos”, não sei explicar, hahaha! O “bom” é que acabei com uma seleção de produtos bem interessante, então até que eu consigo variar bastante. Mas não pensem que eu estou satisfeita! Como uma boa #alokadabaunilha que sou, fico só sonhando com a linha Warm Vanilla Sugar da Bath & Body Works e com a Coconut Passion da Victoria’s Secret, só para dar dois exemplos.

Baunilha da Cabeça aos Pés
  • Óleo corporal Amêndoas e Baunilha, O Boticário.
  • Esfoliante corporal Sugar Love Bombom de Baunilha, The Beauty Box.
  • Hidratante corporal Vanilla Irish Cream Twist, Eudora.
  • Creme corporal nutritivo, Le Couvent des Minimes.
  • Sabonete Creamy Confort, Dove.
  • Shampoo Vanilla Silk, Organix.
  • Fragrância Pure, DKNY.

Sou dessas que usa o sabonete com o mesmo cheirinho do hidratante e do óleo corporal, então, o único que eu tenho só o hidratante é o da Eudora. Aliás, se você gosta daquela baunilha bem doce, que dá até vontade de comer, pode se jogar neste hidratante porque entre todos os que eu tenho, ele é o mais gourmand! Em compensação, a linha Creamy Confort da Dove é bem fácil de ser encontrada e tem um cheirinho docinho bem gostoso: é uma combinação de baunilha com manteiga de karité. Eu tenho o hidratante corporal também, mas o sabonete é bem mais cheiroso.

Apesar do creme corporal nutritivo de Le Couvent des Minimes ser de mel e karité, eu precisei inclui-lo nesta listinha, porque o cheiro desta linha Receita Nutritiva é daqueles de dar “água na boca”! Tão bom quanto o cheirinho de baunilha. E claro que nesse samba doido da baunilha, não poderia faltar um perfume, que é o Pure da DKNY e a linha Vanilla Silk da Organix. Baunilha da cabeça aos pés!

Aliás, preciso aproveitar para dizer que sou orfã do creme para as mãos de baunilha da linha Naturals da Avon e também de uma edição limitada de baunilha de açúcar mascavo da linha Foot Works. Se estes dois ainda estivessem à venda, aí sim seria o pacote completo! Mas para as mãos, acabei elegendo o creme de baunilha e amêndoas da linha Cuide-se bem de O Boticário.

Sou ou não sou #alokadabaunilha, hahahaha!
E vocês? Também são apaixonadas por algum cheirinho em especial? Tem alguma dica de produto de baunilha com aroma divino?