Aleatoriedades de Segunda #25

6 Anos de Lipstick Corner!
Aleatoriedades de Segunda #25

Sim! Este mês, por incrível que pareça, o blog completou 6 anos! Eu pelo menos custei a acreditar, hahaha! Passou muito, mas muito rápido e tenho a impressão de que foi ontem que fiz meu primeiro post ainda no Blogger e anunciei em uma comunidade do finado Orkut que o lipstick corner havia nascido. Naquela época tudo era muito diferente, nós escrevíamos com uma motivação muito diferente, já que o legal mesmo, era compartilhar informação, mostrar coisas novas, enfim… Ninguém sonhava que os blogs ganhariam status de mídia tal qual como hoje, muito menos que seriam disputados por anunciantes e a coisa perderia o rumo no meio do caminho. Mas enfim, acho que faz parte da evolução.

De qualquer forma eu aprendi muito durante este tempo todo. Vocês me ensinaram mais do que imaginam! E eu ainda fui além, porque aprendi comigo mesma: não é fácil manter um blog como hobbie, ao mesmo tempo ter uma “vida normal”. Assim fui conhecendo meus limites e aprendi que eu não preciso levar tudo tão à sério, eu posso relaxar e ter meus momentos de “não estou com vontade de fazer nada”. Acreditem ou não, isso foi essencial e muito, mas muito importante para mim. Aliás, todo este aprendizado, este amadurecimento, está hoje refletido em cada canto deste blog.

Caso ainda não tenham percebido (hehehe) o blog ganhou uma cara completamente nova e nunca, em todos estes anos eu pude afirmar com tanta certeza de que o layout é uma representação bem fiel do que eu sou hoje. Quando sentei para desenhar este layout novo, me preocupei com as questões básicas de design claro, mas também quis que o layout comunicasse de alguma forma quem é esta pessoa que senta aqui quase todos os dias para escrever e acho que consegui. O novo layout está bem minimalista e organizado, as cores também foram pensadas de maneira em que eu posso direcionar a atenção para o que realmente importa: o texto e as imagens. Este também foi o motivo pelo qual as colunas cresceram, afinal na versão anterior tudo era um bocado menor e eu tinha menos oportunidades para explorar o espaço que eu tenho aqui.

Em relação as funcionalidades, poucas coisas mudaram: o que não era “útil” acabou saindo tanto da sidebar quanto do rodapé. Apenas o essencial ficou. O menu superior continua como sempre, mas o cabeçalho apresenta banners e as principais categorias de uma maneira mais gráfica e visível, facilitando a navegação de vocês. E claro que este mesmo layout pode ser visualizado sem nenhum problema em smartphones, tablets, notebooks e desktops, ou seja: ele é completamente responsivo. Nada disso teria sido possível sem o meu namorado André que passou a última semana implementando tudo isso para nós. Mais uma vez, sou muito, mas muito grata à ele por me aturar em diversos surtos de ansiedade (afinal, da concepção aos últimos ajustes, foi mais de um mês e meio de trabalho).

E vou aproveitar o momento para agradecer a cada uma de vocês que não são simples números em um gráfico do Google: são pessoas, mulheres e homens que de alguma forma, acham o que eu escrevo relevante e perdem alguns minutos do dia vindo aqui ler. Se não fossem vocês, com certeza o blog já não existiria há muito tempo. A única razão dele existir são vocês que estão lendo isso agora. Vocês que comentam ou não. Me mandam e-mail, falam comigo no Facebook e Instagram. Sou e sempre vou ser grata pela alegria de saber que, de alguma forma, por menor que seja, eu posso ajudá-los com o pouco que sei. podemos conversar aqui sobre beleza ou qualquer outro assunto sem amarras e, mesmo que nossas opiniões nem sempre sejam as mesmas, no fim, sempre nos entendemos e acabamos aprendendo uns com os outros. Muito, mas muito obrigada mesmo por deixarem que eu faça parte de um pedacinho da vida de vocês.

Obrigada por estes 6 anos de muito companheirismo!
Espero que ainda venham muitos outros pela frente!

 

Happy Anniversary!

Claro que, como não poderia ser diferente, a playlist desta semana está em clima de comemoração ao layout novo e aos seis anos de lipstick corner!

Vitrine

Vitrine

1. Eudora | Soul Radar Rio Carnaval
Soul Radar Rio, de Eudora lança cinco cores de batom para o verão. São três batons com efeito fosco: Coral Sol do Carnaval, Rosa Pôr do Sol e Vermelho Agito da Orla; e dois batons líquidos com efeito mate: Vermelho Intenso e Rosa Corada da Praia. Preço sugerido: R$18,99 (batom) e R$15,99 (batom líquido).

2. Smashbox | Full Exposure Waterproof Mascara
A máscara favorita da Smashbox está finalmente disponível em uma fórmula à prova d’água. Inspirada pela técnica de camadas com fibras de alongamento, proporciona um supervolume, cílios mais longos e completos. Não acumula. Preço sugerido: R$89.

3. L’Occitane au Brésil | Linha para Cabelos Cacheados Mandacaru
O alto poder de hidratação própria do Mandacaru, que resiste aos períodos de seca graças à sua capacidade de reservar água, inspirou a criação desta linha, que agora inclui produtos para cabelos. Shampoo, Condicionador, Máscara, Creme para Pentear e Spray Modelador feitos com extrato de Mandacaru hidratam os fios e reduzem o frizz, deixando os cachos mais definidos, macios e fáceis de modelar. Preço sugerido: a partir de R$39.

4. Natura | UNA Sexteto de Sombras
Natura UNA lança dois sextetos de sombras que com acabamentos matte e metalizados. Sua fórmula possui a tecnologia Metallic Spray, com alta cobertura, longa duração e textura aveludada. Preço sugerido: R$ 79,00.

 

Serviço

Eudora
www.eudora.com.br
0800 727 4535
L’Occitane au Brésil
www.loccitane.com.br
0800 171 272
Natura
www.natura.com.br
0800 11 5566
Smashbox
www.smashbox.com
0800 892 1692

Esmalte da Semana: Morango

Esmalte da Semana: Morango

Lembram que eu falei aqui sobre a minha recente visita à perfumaria OMY? Pois bem, lá encontrei uma marca de esmaltes que até então, deve ter passado desapercebida por mim: a Anita. Achei algumas cores bem interessantes e acabei trazendo duas cores para experimentar. Só depois fui descobrir que anda rolando um “burburinho” pelos blogs à fora de que a duração dos esmaltes desta marca é muito boa. Confesso que ainda assim, não fico animada quando alguém diz que esmalte de marca X ou Y durou 4 dias sem lascar, porque comigo isso quase nunca acontece. A única exceção é aquela linha que eu já cansei de comentar aqui, a ColorStay da Revlon, que simplesmente gruda na unha.

Mesmo não estando tão empolgada com o fato do esmalte durar ou não, acabei ficando bem feliz com a compra e até um pouco arrependida de não ter perdido um pouco mais de tempo olhando as prateleiras: em uma busca bem rápida pelo Google, acabei me interessando por outras cores da marca!

Esmalte da Semana: Morango

Mas falando sobre o Morango, ele compõe a “coleção” Frutas Vermelhas que conta com quatro esmaltes vermelhos: Morango, Framboesa, Melancia e Cereja. O que eu escolhi é um tom de vermelho que gosto muito: nem muito aberto, nem muito fechado. Uma cor que combina com todos os tons de pele e é super versátil, porque vai bem em muitas ocasiões. No entanto, o que realmente me chamou a atenção e é o grande diferencial deste esmalte é o acabamento. Ele tem brilhos dourados e vermelhos bem pequenos, que deixam a cor reluzente e linda! Não sei porque mas simplesmente amo estes esmaltes com brilho, muito mais do que os cremosos ou mate. Em outras palavras, o Morango entrou para a minha lista de esmaltes vermelhos favoritos.

Para quem está curiosa em relação à duração, é como eu disse antes: comigo isso não funciona. Se ele ficou dois dias sem lascar foi muito! Infelizmente a maioria dos esmaltes nacionais (mesmo quando uso com base e top coat da Dior, Essie ou Mavala) não resiste muito comigo. Neste quesito os importados tem um resultado melhor. Mas fora isto, gostei muito da marca Anita! A textura do produto é muito boa, sendo que o acabamento ficou perfeito com duas mãos de esmalte e o pincel, que é uma coisa que eu presto muita atenção, é daqueles mais gordinhos, que cobrem melhor a unha – não chega a ser como o da Dior ou Guerlain, que tem a ponta até na curvatura ideal para não manchar a cutícula, mas é bem bom! A única coisa ruim é que esta cor não é 3Free, mas sei que a marca oferece algumas opções de esmaltes deste tipo.

Por enquanto, só vi esta marca na perfumaria OMY mesmo – tem uma na Av. Brigadeiro Luiz Antônio, próximo da Av. Paulista e duas na Rua Augusta, em São Paulo – e online na Bela Glamour e o preço em ambas é muito parecido, na casa dos R$5.

Vocês conhecem outros pontos de venda? Já conheciam a marca?

Testei: Le Lis Blanc Beauté Base Velouté Matt

Testei: Le Lis Blanc Beauté Base Velouté Matt

Vocês já sabem que meus produtos de maquiagem favoritos são para o rosto. Apesar de já ter as minhas bases queridinhas que são a SkinIllusion da Clarins, a ColorStay Combination/Oily Skin da Revlon e a Dioskin Nude da Dior, estou sempre procurando e testando novas bases. Sou uma dessas pessoas que acredita que uma maquiagem bem feita precisa de uma pele bem cuidada e hidratada e de bons, ótimos produtos para a pele como primer, base, corretivo e pó. Não à toa, a base em inglês é chamada de foundation, em tradução literal, “fundação”, o começo e o que sustenta uma maquiagem bem feita (afinal, de que adianta um super smokey eye se a sua pele estiver “escorrendo” de oleosidade).

Sendo assim, minhas compras de maquiagem quase sempre envolvem uma base nova. Foi assim que acabei me aventurando no mundo da Le Lis Blanc Beauté, a marca de beleza da grife brasileira Le Lis Blanc (para quem não sabe, na época do lançamento, teve até anúncio com ninguém menos do que Penélope Cruz). Entre alguns itens que comprei, não resisti a base de acabamento mate, que sabe-se lá porque, chamou muito a minha atenção.

Testei: Le Lis Blanc Beauté Base Velouté Matt

A base Velouté Matt é leve, confortável e proporciona acabamento mate e aveludado à pele. Sua cobertura de efeito natural, suaviza as imperfeições da pele de maneira uniforme. Além disto, a base é enriquecida com Óleo de Semente de Uva e Vitamina E, um poderoso anti-oxidante.

Por incrível que pareça, esta não é uma base líquida. Sim ela vem em uma bisnaga como muitas bases da categoria mas a textura é surpreendente: é uma base mousse. Não mousse como a Dream Matte Mousse da Maybelline, mas mousse de verdade! A base desliza facilmente na pele de maneira uniforme, sem manchar. Aliás, este é um dos pontos altos da Velouté Matt: como a cobertura é uniforme e não há a necessidade de ficar muito tempo trabalhando o produto na pele, o acabamento é muito, mas muito natural! Um pouco disso deve-se ao fato que, apensar desta base possuir acabamento mate, a pele não fica completamente opaca, ela fica com aquele famoso glow natural, o viço de uma pele bonita e saudável – preciso confessar que esta foi uma das coisas que mais me conquistou!

Um detalhe que faz toda a diferença e que me chateou muito são as cores. Antes de qualquer coisa, a Le Lis Blanc Beauté não é muito conhecida ainda, talvez pelo fato de ser uma linha de beleza relativamente nova e parte de uma grife que tem fama de ter preços bem altos. Seja qual for o motivo, quando você tenta buscar imagens de referência de qualquer produto de maquiagem da marca em algum site de busca, o resultado é sempre frustrante. Eu mesma só encontrava fotos de uma base bronzeadora que em uma época estava sendo enviada com a Glambox mas que, para a minha surpresa, foi até descontinuada. Da Velouté Matt por exemplo, comprei completamente no escuro. São apenas quatro (eu disse Q-U-A-T-R-O) cores de base disponíveis (não, não é piada) e, como vocês devem imaginar são elas: muito clara (fair), clara (light), média (medium) e escura (dark). A que eu escolhi acabou sendo a light e por muita, mas muita sorte mesmo, era exatamente a minha cor. Mas, se vocês não perceberam, fico indignada quando uma marca de maquiagem oferece tão poucas opções de cores para os produtos de pele, especialmente em um país tão miscigenado como o Brasil, que tem um catálogo Pantone inteiro de cores de pele diferentes. Pisou feio na bola, Le Lis!

Testei: Le Lis Blanc Beauté Base Velouté Matt

Chateações à parte, a Velouté Matt é uma base muito, mas muito boa! A pele fica absurdamente linda! Resultado digno de maquiagem importada, que por sinal, é o que ela é: toda linha é fabricada na Itália. Eu gosto de aplicar com o famoso F80 da Sigma, aquele pincel kabuki de cerdas sintéticas e superfície reta. Vou dando leves batidinhas na pele (fiz um vídeo aqui mostrando como eu aplico a base) até obter o resultado desejado. Como ela cobre bem, passo corretivo apenas em áreas como olheiras, manchas mais escurinhas e onde tenho rosácea, que é bem no cantinho do nariz. De resto, ela dá conta do recado tranquilamente! Arrisco a dizer que o resultado é até semelhante a o de uma das minhas bases preferidas, que é a Skin Illusion da Clarins. Esta última ainda é superior, mas para quem não quer se aventurar gastando tanto, esta versão é um pouquinho mais em conta.

Vale mencionar que, diferente da Dream Matte Mouse, esta da Le Lis não transfere com tanta facilidade. Por outro lado, o efeito mate não dura o dia inteiro. Talvez isso deva-se ao fato de que, pasmem, a base não é oil free. Até hoje eu não me lembro de ter visto uma base matificante que tivesse óleo em sua composição. Isto porque presume-se que quem busca este tipo de acabamento é quem tem a pele oleosa e que, definitivamente, não precisa de mais óleo. Este no caso é o óleo de semente de uva que segundo a marca, hidrata e nutre a pele. Mas eu honestamente preferia não ter este óleo e conseguir um efeito mais duradouro: depois de umas 3 ou 4 horas, meu nariz, testa e queixo já estão levemente brilhantes e, ao final do dia, percebo que a pele está pouca coisa menos oleosa do que o habitual. Ou seja: ela tem acabamento incrível e impecável, mas precisa de retoques de pó ou daqueles lencinhos que absorvem a oleosidade.

Testei: Le Lis Blanc Beauté Base Velouté Matt

Infelizmente, apesar de ser mais em conta do que um produto Clarins, a Velouté Matt ainda é bem cara: com 16,5g ela custa R$120,90 na Beleza na Web que foi onde eu comprei a minha – só para comparação, a Skin Illusion está na casa dos R$200. Eu diria que quem tem pele mista e normal, fará uma compra e tanto! Agora, quem tem pele oleosa, se possível, vale a pena ir em uma das lojas da grife para conhecer melhor o produto. Eu não me arrependo de ter comprado. Uso muito e consigo controlar o problema da oleosidade com o Blot Powder da M·A·C e com os lencinhos anti-oleosidade. Aliás, eu gostei tanto dela, que quero experimentar a versão líquida, a Luminous Fluid Foundation.

 

Detalhes da nota:

Embalagem

5/5

Textura

5/5

Cobertura

5/5

Durabilidade

3/5

Preço

3/5

Avaliação Final: 4,2 estrelinhas

INGREDIENTES BASE VELOUTÉ MATT
DIMETHICONE, ISODODECANE, SILICA, ETHYL METHICONE, HDI/TRIMETHYLOL HEXYLLACTONE COROSSPOLYMER, SILICA, DIMETHYL SILYLATE, VINYL DIMETHICONE/METHICONE SILSEQUIOXANE CROSSPOLYMER, CETYL PEG/PPG-10/1 DIMETHICONE, HEXYL LAURATE, POLYGLYCERYL-4 ISOSTEARATE, DISTEARDIMONIUM HECTORITE, DIMETHICONE CROSSPOLYMER, PROPYLENE CARBONATE, METHICONE, TOCOPHERYL ACETATE, VITS VINIFERA SEED OIL, AQUA, GLYCERIN, TALC, STEARETH-20, CHLORHEXIDINE DIGLUCONATE, N-HYDRIXYSUCCINIMIDE, POTASSIUM SORBATE, CHRYSIN, PALMITOYL, OLIGOPEPTIDE-7. PODE CONTER: CI 77491, CI 77492, CI 77499, CI 77891 E CI 77019 (MICA).


Onde?
Le Lis Blanc Beauté
www.lelis.com.br
0300 770 5505

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi adquirido pela autora.