Categoria: resenha

Testei: Shu Uemura Óleo de Limpeza Fresh Pore

Testei: Shu Uemura Óleo de Limpeza Fresh PoreJá faz algum tempo que eu estou ensaiando esta resenha, mas como comprar este produto não é tão simples assim, acabei adiando, adiando, adiando até que resolvi falar mais sobre este produto. Já comentei aqui no blog que sou adepta de uma técnica de limpeza facial chamada double cleansing, muito popular na Ásia. Como o nome sugere, o double cleansing consiste de duas etapas: primeiro uma limpeza profunda e eficaz com um óleo de limpeza e depois a aplicação de um sabonete ou gel facial, para remover qualquer resíduo de óleo ou impureza que o óleo não tenha conseguido remover. Este método é mais eficiente, porque remove até os poderosos protetores solares asiáticos, que costumam exigir uma limpeza pesada da pele.

Mas óleo no rosto pode? Não só pode como o azeite de oliva é um dos melhores demaquilantes para a área delicada dos olhos: ele “derrete” até a maquiagem a prova d’água e ainda condiciona os fios. No caso deste óleo da marca japonesa Shu Uemura, ele é perfeito para as peles oleosas que sofrem com poros dilatados.

Testei: Shu Uemura Óleo de Limpeza Fresh Pore

O Óleo de Limpeza Shu Uemura Fresh Pore é um óleo leve, com poder de limpeza extraordinário. Elimina os problemas mais comuns dos poros – poros dilatados e entupidos que podem tornar-se cravos. Remove com eficiência a maquiagem e impurezas dentro dos poros, ao mesmo tempo em que mantem a hidratação natual da pele. Com a ajuda do Complexo Sakura, este óleo miniminiza os poros, removendo o excesso de óleo e deixando a pele visivelmente mais uniforme. Indicado para peles normais a oleosas e para peles acneicas.

Me interessei por este produto primeiro pela praticidade: atualmente preciso de dois demaquilantes, sendo um bifásico para os olhos e um aquoso para o rosto. Entre muitos algodões e depois ainda lavar o rosto, vai um tempo que eu poderia economizar com o óleo de limpeza. Para utilizá-lo, basta estar com as mãos secas e aplicar três ou quatro pumps na mão, massagear o produto pelo rosto todo e depois enxaguar: em contato com a água, ele fica leitoso e sai por completo, não deixando nenhum resquício de óleo, ou sensação pegajosa na pele. Até parece “mágica”, porque o Fresh Pore remove até as máscaras para cílios mais difíceis, como a The Colossal Volum’ Express da Maybelline.

Eu ainda lavo o rosto depois com um gel de limpeza, mas esta segunda parte torna-se até desnecessária, tamanho é o poder de limpeza deste produto. Ele limpa muito mais do que todos os sabonetes que eu já usei. E a melhor parte é que mesmo limpando tudo, quando enxugo o rosto, a pele está super macia, sem repuxar e completamente limpa! Já aconteceu algumas vezes, de eu inclusive limpar o rosto com este óleo e simplesmente ir dormir: no dia seguinte, meu rosto, que sempre acorda com um pouquinho de oleosidade, estava sequinho! A única coisa que não posso afirmar é se ele ajuda ou não a diminuir a aparência dos poros dilatados, porque não uso diariamente.

Testei: Shu Uemura Óleo de Limpeza Fresh Pore

No fim, só consigo encontrar três pontos negativos em relação ao óleo de limpeza Shu Uemura:

  1. A vista fica momentaneamente embaçada quando aplicado nos olhos;
  2. O redimento não é dos melhores;
  3. Infelizmente ele não é baratinho.

Eu comprei dois (em compras separadas) com 150ml na Sasa em uma promoção em que o frete era gratuito. Na época paguei em torno de $30 em cada um, o que dá aproximadamente R$70, ou seja, o preço não é mesmo amigo. Atualmente a loja só disponibiliza uma versão com 400ml que sai pela bagatela de $73,40 (OUCH!). É realmente uma pena porque este óleo é incrível!

Sei que a Bioré e a Etude House também tem seus óleos de limpeza, embora nunca tenha experimentado, é para eles que irei correr quando meu segundo óleo Shu Uemura acabar.

 

Detalhes da nota:

Embalagem

5/5

Textura

5/5

Eficácia

5/5

Rendimento

3/5

Preço

2/5

Avaliação Final: 4 estrelinhas

 

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi adquirido pela autora.

Testei: Natura Plant Creme Para Pentear Cachos Marcantes

Testei: Natura Plant Creme Para Pentear Cachos MarcantesQuem é cacheada sabe: se tem um produto que nós usamos muito são os cremes para pentear ou leave-in. Tenho os meus queridinhos, que por incrível que pareça não é nenhum produto super caro, uso o Leite Umidificador de Cachos e o Creme para Pentear da linha Elseve Hyda-Max da L’Oréal. Mas como uso sempre os mesmos e é um produto que eu realmente uso em grande quantidade, vez ou outra gosto de variar e experimentar coisas novas.

Eis que há algum tempo, em uma caixinha cheia de novidades da linha Plant da Natura vieram dois produtos para cabelos cacheados: o Creme Para Pentear e o Fluido Prolongador de Cachos. Sempre ouvi falar muito bem dos produtos para os cabelos da marca, mas a única coisa que eu havia experimentado era o shampoo anti-resíduos – que por sinal, é um dos melhores que já usei. Sendo assim, me joguei sem dó no creme!

Testei: Natura Plant Creme Para Pentear Cachos Marcantes

A linha com Óleo de Macadâmia garante cachos brilhantes e modelados por mais tempo e a sensação de cabelos nutridos.

Eu acho que cremes para pentear para cabelos cacheados deveriam ser vendidos aos litros! Meu cabelo é curto, mas cada vez que eu lavo vai um monte de creme, porque aplico mecha por mecha, para que eles fiquem bem modelados e com o volume controlado. Aquela história que sempre ouvimos de “aplique uma quantidade equivalente a uma noz/moeda de R$1/moeda de R$0,50/bolinha de gude/etc, tal & cia ltda” simplesmente não funciona em cabelos cacheados. Nós usamos muito creme e fim – perdi as contas de quantas vezes sair do salão detestando meu cabelo porque não souberam finalizar o corte. Então, fica a dica: o Creme Para Pentear Cachos Marcantes tem só 200ml e comigo isso dura no máximo, um mês e meio, lavando o cabelo duas vezes por semana.

Tirando isso, ele é muito bom! A textura é bem encorpada, o que é ótimo para deixar o cachos bem modelados, mas é bom ter um pouco de cuidado na dose: produto em excesso deixa um aspecto “oleoso” no fios, eles ficam pesados, lambidos e logo os cachos começam a se desfazer. Eu costumo passar o creme e depois amassar bem o cabelo com um papel toalha, aqueles de cozinha mesmo, porque eles são super absorventes, removem o que tiver de produto em excesso e ainda ajudam a reduzir o frizz. No fim, meu cabelo fica muito macio, brilhante e os cachos ficam no lugar até a próxima lavagem.

Testei: Natura Plant Creme Para Pentear Cachos Marcantes

O cheiro do Creme Para Pentear Cachos Marcantes é adocicado e eu gosto, mas pode ser incômodo para algumas pessoas. Especialmente se aplicado no cabelo seco – sim, segundo a marca, ele pode ser aplicado nos fios secos – porque fica mais concentrado e parece que a fragrância exala mais. Se você é daquelas que deixa de comprar um produto por causa do cheiro, cuidado ao investir neste. O bom é que no dia seguinte, o cheirinho está bem fraco e já não interfere tanto assim.

Aí tem aquela história do preço. Lembram que eu falei lá no começo do creme para pentear em litros? Bom, ele existe e é comercializado no salão carioca especializado em cachos, Beleza Natural. Lá, “o pote da felicidade” sai por R$22,90 (se é bom ou não, não sei dizer, mas a Maraisa e a Cinthya, já fizeram resenhas), enquanto os míseros 200ml da Natura custam R$18,90. Por este lado, é meio caro. Por outro, tem muitos produtos de supermercado e farmácia que custam até mais do que isto, então, na verdade, ser caro ou não depende do seu bolso e da sua acessibilidade ao creme para pentear. Eu compraria porque gostei muito (e porque não tenho um pote de um litro para comprar por aqui).

 

Detalhes da nota:

Embalagem

4/5

Textura

5/5

Fragrância

4/5

Eficácia

5/5

Preço

3/5

Avaliação FInal: 4,2 estrelinhas.

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi enviado por uma marca ou assessoria de imprensa, mas a publicação deste texto não é remunerada. O Lipstick Corner se recusa a aceitar produtos de marcas ou assessorias que exijam a publicação de resenhas para preservar a opinião, negavita ou positiva, da autora.

Testei: Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante

Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante Um dos grandes mitos em relação a pele oleosa, é achar que ela deve ser limpa diversas vezes ao dia. Para quem ainda não sabe, o excesso de limpeza na pele oleosa causa uma produção ainda maior de sebo, mais conhecida como “efeito rebote”: ao remover completamente a oleosidade, seu organismo entende que a pele está desprotegida, afinal, o óleo é uma barreira de proteção natural contra a perda excessiva de água e assim sendo, começa a produzir uma quantidade ainda maior de sebo para repor aquilo que foi removido.

Sabendo disso, a higienização deve ser feita duas vezes ao dia: pela manhã e a noite. A grande questão é encontrar um gel ou sabonete adequado para a pele oleosa e acneica. Eu não posso reclamar muito, já usei produtos muito bons e estou há algum tempo usando o Cleanance Gel da Avène, que não tem sabão e é bem suave. Mas, chega uma hora que eu enjôo de usar sempre os mesmos produtos, então quando recebi o Gel Concentrado Desincrustrante da linha Effaclar da La Roche-Posay, tratei de inclui-lo na minha rotina de cuidados faciais.

Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante

Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante limpa e desobstrui os poros profundamente graças à sua combinação única de Ácido Salicílico e LHA. Sua fórmula concentrada e desincrustrante reduz a oleosidade e a produção de óleo.

Usei o produto por quase dois meses, sempre à noite. Comecei usando duas vezes ao dia, mas agora no inverno, minha pele fica mais sensível, resseca e descama com facilidade e como este produto é bem potente, diminui a frequência do uso. Ele é sim, muito potente, mas a grande vantagem é que ele não deixa a pele ressecada, nem com aquela sensação de estar “repuxando” causada pelo desequilíbrio do pH. Muito pelo contrário: após lavar o rosto, o toque é macio e sedoso e ao aplicar o tônico, o algodão sai limpinho, sem nenhum resíduo de sujeira.

O gel é bem líquido e isso faz com que ele renda bastante, inclusive porque é indicado pelo fabricante que você coloque uma pequena quantidade de produto nas mãos, faça espuma e só então aplique no rosto úmido – e ele espuma muito! A fragrância é muito suave, levemente resfrescante e é essa a sensação que o produto deixa na pele: uma leve refrescância. Nada de gelado, mas é aquela coisa gostosa de pele bem limpinha e livre da oleosidade excessiva – eu amo maquiagem, mas no final do dia, não tem nada melhor do que lavar o rosto e senti-lo limpo e “respirando”.

Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante

Sobre ajudar a controlar a oleosidade ou limpar os poros, confesso que é uma coisa muito difícil de ser mensurada. O gel é o primeiro produto que usamos e depois dele, vem muitos outros que também auxiliam no controle da oleosidade. Talvez minha pele tenha comportado-se melhor durante o período em que o usei o produto, não duvido da eficácia, mas a percepção disso na pele é difícil. No geral, em comparação a outros produtos, até mesmo o da Avène que citei no começo, tenho a impressão de que a oleosidade da minha pele fica um pouquinho mais controlada com o uso do Effaclar pela noite.

E para quem está pensando que por ser um dermocosmético o Effaclar Gel Concentrado Desincrustrante, pode ser uma boa surpresa, porque não é, nem de longe dos mais caros: a bisnaga com 60ml tem o preço sugerido de R$24,90 e a versão de 150ml sai por R$41,90. Ou seja, vale muito a pena!

 

Detalhes da nota:

Embalagem

4/5

Textura

4/5

Eficácia

5/5

Rendimento

5/5

Preço

5/5

Avaliação Final: 4,6 estrelinhas

 

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi enviado por uma marca ou assessoria de imprensa, mas a publicação deste texto não é remunerada. O Lipstick Corner se recusa a aceitar produtos de marcas ou assessorias que exijam a publicação de resenhas para preservar a opinião, negavita ou positiva, da autora.

Testei: Contém 1g Máscara Supercílios

Contém 1g Máscara SupercíliosHá muito, muito tempo, eu usei uma máscara para cílios da Contém 1g que chamava Duo Primer, daquelas que tem dois lados: sendo um branco e o outro preto. Na época, este tipo de produto estava fazendo muito sucesso, em especial por conta das máscaras da L’Oréal Paris. No geral, eu lembro que gostei do produto, mas com o tempo, como ela precisa de mais atenção na hora da aplicação (para ninguém sair por aí com os cílios bicolor), acabei deixando-a de lado e desde então não me encantei por nenhuma outra máscara para cílios da Contém 1g.

Eis que recenetemente recebi dois lançamentos: a Glamurous Lashes, que é uma máscara alongadora e a Supercílios, que promete efeito super preto. Como vocês sabem que a minha praia é muito volume, acabei me encantando mais pela segunda versão do que pela primeira – a Glamurous Lashes é interessante, mas na minha opinião, o efeito fica bem discreto, especialmente para quem é fã de cílios dramáticos.

Contém 1g Máscara Supercílios

A Supercílios Máscara para Cílios promove coloração superpreta e, graças ao fincel fino de múltiplas cerdas, define e alonga os cílios. Com formulação dermatológica e oftalmológicamente testada, a máscara possui ainda, secagem rápida, o que possibilita a aplicação de diversas camadas evitando o acúmulo de produto.

Ok, não é uma máscara de volume, mas pelo menos promete ser bem preta! Pode parecer frescura, mas a pigmentação da máscara de cílios influencia muito no resultado final: quanto mais preta, maior a sensação de volume. Posso dizer que neste sentido, a Supercílios é muito boa, talvez tão preta e pigmentada quando a Zoom Fast Black Lash da M·A·C, que foi a máscara mais preta que eu já usei até hoje, sem dúvida. Mas apesar disso, ela não encorpa os cílios como eu gosto e por isso, acabei não morrendo de amores por ela.

O aplicador é daqueles de silicone colorido e separa bem os fios. Pela foto abaixo, vocês podem ver que não há acúmulo de produto ou fios grudados, então a definição é muito boa. O efeito de alongamento eu confesso que não consegui reparar muito. Além da coloração, que de fato é um grande diferencial, achei o resultado final bem comum ao de tantas outras máscaras. Sei que a Contém 1g tem uma versão de volume e talvez eu teria ficado mais satisfeita com o resultado com este produto, ao invés da Supercílios, mas de novo: isto porque eu amo cílios volumosos!

Contém 1g Máscara Supercílios

Para terminar, aquela parte que nós sabemos que quase sempre é pra lá de salgada, quando o assunto é Contém 1g: o preço. Pelo efeito final do produto, que como eu já disse, acaba sendo bem comum, eu achei a Supercílios – e a Glamurous Lashes – muito cara: R$68. De verdade? Tem máscaras de farmácia mais baratas e que tem um efeito bem mais interessante, não só de volume, mas de alongamento também. Acho que todas devem conhecer a Define-A-Lash da Maybelline, que tem uma proposta bem semelhante pela metade do preço, por exemplo.

Só sei que, levando em consideração tudo isso, eu não compraria a Supercílios.

 

Detalhes da nota:

Embalagem

3/5

Textura

3/5

Pigmentação

5/5

Durabilidade

4/5

Preço

2/5

Avaliação Final: 3,4 estrelinhas

 

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi enviado por uma marca ou assessoria de imprensa, mas a publicação deste texto não é remunerada. O Lipstick Corner se recusa a aceitar produtos de marcas ou assessorias que exijam a publicação de resenhas para preservar a opinião, negavita ou positiva, da autora.