Categoria: resenha

Testei: Primer Facial Marina Smith by 2beauty

Primer Facial Marina Smith by 2beauty

 

Que eu não sou de usar primer diariamente, vocês já sabem – ainda mais em dias em que pulo do serum facial direto para o BB Cream, sem nem passar pelo protetor solar. Mas desde que a mãe da Marina Smith do 2beauty começou a manipular um produto que prometia ser o irmão gêmeo do então Pore Minimizer da Clinique, que eu tenho muita vontade de usar o tal produto. Isso porque, na minha opinião, este produtinho da Clinique é um dos melhores primers que eu já usei até hoje. Cumpre absolutamente tudo o que promete e rende muito, muito mesmo!

De tanto ouvir falar, esperava um efeito semelhante, por um preço mais bacana.

 

Primer Facial Marina Smith by 2beauty

O Primer Facial Marina Smith by 2beauty, melhora a aparência dos poros dilatados de peles mistas e oleosas. Reduz imperfeições da pele quando usado antes da maquiagem e proporciona textura aveludada e acabamento perfeito. Prolonga o efeito da maquiagem e absorve as secreções naturais formando um filme protetor e mantendo a umidade (efeito hidratante).

Se você gosta de primers com textura siliconada e não tem a pele que jorra óleo como a minha, pode ser que este seja o seu produto! O Primer Facial Marina Smith by 2beauty tem textura densa e siliconada, muito parecida mesmo com a do Pore Minimizer. A pele fica super aveludada e macia logo após a aplicação e a vontade é de ficar passando a mão no rosto o tempo inteiro! Mas uma coisa engraçada que notei neste produto é que diferente dos outros primers que eu tenho, este leva em torno de cinco minutos para secar e deixar a pele realmente matificada. Não que isto atrapalhe ou ajude, mas é sempre bom esperar o produto secar antes de aplicar a base por exemplo, já que o primer está ali justamente para preparar a pele para a maquiagem.

Antes de falar sobre o disfarce dos poros, preciso comentar do quesito “segurando a oleosidade”. Ele não é o melhor que eu já usei neste sentido. É bom, mas o Prime Time da bareMinerals é ainda melhor. Não consigo mensurar exatamente quanto tempo a mais minha pele demorou para ficar oleosa, porque isso depende não só do clima, mas também dos produtos que eu usei antes e depois. Ainda assim, em média, acredito que a minha pele tenha demorado entre 30min e 1h a mais do que o de costume, para começar a demonstrar sinais de oleosidade. Eu esperava, honestamente, um resultado um pouco melhor. Claro que não é possível fazer milagre, pele oleosa é oleosa e fim, mas se ele segurasse por 2h a mais por exemplo, eu já estaria dando pulinhos de alegria! Ao meu ver, é um resultado “ok”, “satisfatório”, nada de extraordinário.

Primer Facial Marina Smith by 2beauty

Já os poros ele até minimiza bem. Não somem, mas o aspecto geral da pele até que fica bem bonito e o acabamento da base fica bem melhor! Em comparação ao Pore Minimizer, o da Clinique ainda é melhor, mas, pela metade do preço, o da Marina cumpre muito bem o seu papel. Gostei mais do efeito de disfarce dele do que do “absorve as secreções naturais da pele”, aliás, para quem tem a pele seca, como ele é siliconado e acaba formando uma espécie de “filme protetor”, pode ser que este seja um bom produto! Mas se você pinga óleo, pesquise outras opiniões antes de investir.

No fim das contas, o primer é “ok”. Funcionou em alguns pontos, mas em outros acabei me decepcionando. Acho que não compraria novamente porque preciso de um produto que realmente ajude a controlar a oleosidade. Fora isto, até que o preço dele não é dos piores: com 30g ele sair por R$61 – a título de comparação, o da Clinique, que hoje chama Pore Refining, tem 15ml e sai por R$119, enquanto o MagiX da Avon sai por R$47 com 30ml.

 

Detalhes da nota:

Embalagem

4/5

Textura

4/5

Durabilidade

3/5

Eficácia

3/5

Preço

3/5

Avaliação Final: 3,4 estrelinhas.

Testei: O Boticário | Nativa SPA Monoï & Argan

O Boticário | Nativa SPA Monoï & Argan No dia das mães, minha mãe ganhou de presente um kit de O Boticário com alguns produtos da linha Nativa SPA, entre eles um shampoo e condicionador de amora e sândalo. Ela disse que estava adorando a dupla, porque deixava os fios macios e brilhantes (ela tem cabelo seco e muito fino, então esta linha de amora e sândalo caiu como uma luva). Eu mesma, só usei produtos para o cabelo daquela extinta linha Angelical Touch da marca, lá de 1900 e bolinhas, mas depois de ouvir minha mãe elogiando tanto, achei que valeria a pena experimentar alguma coisa.
 
 
Pesquisei no próprio site da marca qual seria a linha mais adequada aos meios fios secos e cacheados. Acabei com os produtos de Monoï & Argan que diz a lenda, são super hidratantes.

O Boticário | Nativa SPA Monoï & Argan

A essência da Frutoterapia se encontra nesta linha que reúne dois ingredientes surpreendentes. O óleo de Argan é extraído do fruto de uma árvore que existe apenas no sul do Marrocos e é reconhecido como “ouro dos cabelos”. Já o óleo de Monoï surge da maceração da flor Tiare com o óleo de coco. Nutritivo e com alto poder de hidratação, é considerado o segredo de beleza das mulheres do Tahiti.

A linha toda tem o mesmo cheiro: levemente frutal e um pouquinho adocicado. Ele é bem gostoso e suave, não é daqueles que deixa os fios completamente impregnados, já que no dia seguinte ela quase não é perceptível. Se você não é fã de produtos para os cabelos com fragrâncias fortes e marcantes, nem precisa se preocupar porque não é o caso.

Começando pelo shampoo, acho que este é um dos shampoos mais hidratantes que eu já usei. Ele não é translúcido, é leitoso e perolado. A textura é bem densa e pouco produto faz bastante espuma, no entanto não senti que ele realmente limpa os fios, mesmo depois de duas lavagens. Como eu uso muito leave-in, preciso limpar bem o cabelo, já que ele fica com muitos resíduos e oleosidade na raiz e o shampoo Monoï & Argan sozinho, não dá conta da tarefa. A primeira lavagem acabo fazendo com o shampoo Brilho Extremo da Pantene, que é um dos que eu mais tenho usado para isto. Apesar disso, o produto não resseca os fios e deixa-os bem soltinhos e já hidratados.

A máscara de tratamento deve ser aplicada depois do shampoo e antes do condicionador. A textura é bem consistente, é um creme bem denso, quase uma “manteiga” mesmo. Eu aplico uma pequena quantidade em todo o cabelo, faço uma massagem rápida nas mechas e deixo agir por cinco minutos (tempo máximo recomendado pelo fabricante). Esta é daquelas máscaras que nos sentimos que o “cabelo derrete”, fica super macio e mega hidratado! A diferença já aparece no enxague, porque os fios ficam super maleáveis e sedosos ao toque. Ainda não experimentei usar o produto com a touca laminada, mas como o tempo máximo de pausa é de cinco minutos, não sei se faria muita diferença. E mesmo depois de toda essa dose de hidratação, o condicionador entra para finalizar o tratamento.

O Boticário | Nativa SPA Monoï & Argan

Assim como todos os produtos da linha, o condicionador também tem a textura mais encorpada do que um condicionador comum. Tenho usado-o sempre depois da máscara e os cabelos ficam ainda mais macios – eu achava que isso não era possível. A recomendação é que ele fique em pausa por alguns minutos, então geralmente eu tomo o banho e deixo para enxaguá-lo no final. Senti que com o uso dos três produtos, meu cabelo fica com muito brilho e muito macio! Acho que se a linha tivesse um creme para pentear seria ainda mais perfeito! Mas com o cabelo levemente úmido, eu aplico o óleo de tratamento, que diminui bastante o frizz e dá ainda mais brilho para os fios.

No fim, para cabelos realmente secos (porque para cabelos ressecados e normais, com certeza vai pesar), cacheados e acredito que até para os crespos, a linha Monoï & Argan é perfeita! Não tenho do que reclamar. Meus cabelos parecem outros desde que comecei a usar estes produtos. Gostei tanto quanto mais a linha Vanilla Silk da Organix, com a vantagem de que os produtos são bem mais em conta:

  • Shampoo Ultra Hidratante [400ml] – R$26,99
  • Condicionador Ultra Hidratante [250ml] – R$26,99
  • Máscara Capilar Ultra Hidratante [250g] – R$35,99
  • Óleo de Tratamento Intensivo [50ml] – R$42,99

Não são os produtos mais baratos do mundo, principalmente em comparação aos que podemos adquirir em supermercados e farmácias, mas a qualidade é tão, mas tão boa, que achei super justo. Com certeza compraria novamente!

 

Detalhes da nota:

Embalagem

4/5

Textura

5/5

Fragrância

4/5

Eficácia

5/5

Preço

4/5

Avaliação Final: 4,4 estrelinhas.

Testei: Anna Pegova Corretivo Iluminador HD

Anna Pegova Corretivo Iluminador HD

 

Recentemente recebi um voucher da Anna Pegova para que eu escolhesse alguns produtos da marca para testar. Eu já conheço a Anna Pegova há algum tempo, mas até então só havia usado os produtos faciais – que diga-se de passagem, apesar dos preços, a maioria deles é incrível – e a manteiga corporal de pêssego. Dos itens de maquiagem, só conhecia o Poudre Libre Translucide, que é um pó facial translúcido e antisséptico, ideal para ser utilizado por peles oleosas e acneicas e o Full Matt BB Cream, que eu já resenhei aqui. No entanto, sempre tive muita curiosidade em conhecer os corretivos da marca e portanto, aproveitei a oportunidade para experimentar o Correcteur Éclat HD, ou Corretivo Iluminador HD.

 

Anna Pegova Corretivo Iluminador HD

O Correcteur Éclat HD é um corretivo que age como um 2 em 1, pois é corretivo (bege claro) e também iluminador. Indicado para peles oleosas e ideal para todos os tipos de pele. Possui partículas refletoras de luz que, por meio de um disfarce óptico, iluminam e levantam o olhar, além de minimizar as linhas finas. Super-hidratante e com vitamina E, antioxidante, protege a delicada região dos olhos contra os efeitos nocivos da idade. Sua textura é ultrafina, confere excelente cobertura e fixação de longa duração.

Nesta história de corretivo iluminador, há muito tempo jaz na minha wish list o famoso Touche Éclat da Yves Saint Laurent, mas o preço nada, nada amigo – mais caro do que muita base de luxo – sempre me impediu de se quer testá-lo, que é para nem correr o risco de gostar, então pensei que o produto da Anna Pegova poderia ser uma boa alternativa, sem precisar esvaziar o bolso. Confesso que me enganei um pouco. Eles tem propostas bem diferentes. Enquanto o Touche Éclat corrige iluminando e tem uma boa gama de cores, o Corretivo Iluminador HD tem como principal função iluminar não apenas a área dos olhos, mas o rosto todo, tanto que a cor dele é muito clara (acredito que para as moças de pele morena e negra, este produto é um grande não).

Anna Pegova Corretivo Iluminador HD

Quando apliquei o corretivo pela primeira vez, levei um baita susto: parece que não, mas uma pequena quantidade é mais do que o suficiente para a área dos olhos e eu apliquei muito, ou seja, panda invertido feelings total. Precisa dosar bem a mão se você for aplicá-lo sozinho, porque é muito fácil acontecer este efeito. Mas em doses moderadas, apesar de parecer que não, ele uniformiza bem com o tom da pele e fica natural. O grande problema é que o poder de cobertura deste corretivo iluminador não é lá essas coisas, então se você tem olheiras profundas, ou não dormiu bem, ou qualquer outra coisa do gênero, vai precisar lançar mão de um corretivo mais potente por baixo. Eu não tenho olheiras severas, mas já senti que a cobertura deixou a desejar. Por outro lado, o toque do Corretivo Iluminador HD é bem sequinho e a fixação é ótima: dura quase o dia todo e acumula muito pouco, se finalizado com um pó, fica ainda melhor!

Como não me adaptei ainda a cobertura, estou usando muito para iluminar a área abaixo da área dos olhos, bem no ossinho da bochecha e tem funcionado muito bem! Ele também pode ser utilizado em qualquer outro lugar em que você aplicaria um iluminador comum: no meio do nariz, rente ao arco das sobrancelhas, no “C” invertido próximo aos olhos, no canto interno dos olhos e onde mais você achar necessário iluminar. O resultado fica bem natural! Só não me perguntem sobre o HD no nome porque eu não entendi até agora.

Anna Pegova Corretivo Iluminador HD

O preço não é lá muito amigo pela quantidade de produto fornecida: a bisnaga tem 8g e ele custa R$60. Está certo que o rendimento é excelente, mas acredito que eu não reclamaria tanto do preço, se tivesse escolhido a versão Ultra Naturel deste corretivo, que segundo a marca, é um “bege universal”. Alguém já usou?

 

Detalhes da nota:

Embalagem

3/5

Textura

4/5

Pigmentação

3/5

Durabilidade

4/5

Preço

3/5

Avaliação Final: 3,4 estrelinhas.

 

Disclaimer | O produto mostrado nesta postagem foi enviado por uma marca ou assessoria de imprensa, mas a publicação deste texto não é remunerada. O Lipstick Corner se recusa a aceitar produtos de marcas ou assessorias que exijam a publicação de resenhas para preservar a opinião, negavita ou positiva, da autora.

Testei: SkinCeuticals Blemish + Age Defense

Testei: SkinCeuticals Blemish + Age DefenseQuem tem a pele oleosa e acneica e já está na fase adulta, sabe como é complicado lidar com cravos e espinhas “fora de época”, digo isto pois é um quadro mais comum na adolescência. Mas eis que acne não tem idade e tem diversos graus. Eu tenho muitos cravos e ocasionalmente algumas espinhas, uma ou outra. Há muito tempo eu venho testando produtos que ajudem a controlar a produção excessiva de óleo e que, consequentemente, ajudem a diminuir o aspecto de poros dilatados, cravos e o aparecimento de espinhas.

Nesta busca, acabei me interessando por um lançamento da SkinCeuticals, marca que até então eu só conhecia por algumas amostras que ganhei – aliás, preciso dizer que o antioxidante Phloretin CF, mesmo que eu tenha usado uma amostrinha, foi um dos melhor produtos que usei nos últimos tempos. O Blemish + Age Defense é um serum que promete unir em uma mesma fórmula, agentes anti-idade e que combatam a acne.

Testei: SkinCeuticals Blemish + Age Defense

Blemish + Age Defense é um sérum oil-free especialmente desenvolvido para reduzir as imperfeições* enquanto corrige os sinais do envelhecimento. A combinação dinâmica de LHA, ácido salicílico e ácido dióico controla a produção de óleo, diminui a diferença de tonalidade e previne o aparecimento da acne. O ácido glicólico e o cítrico, por sua vez, minimizam as linhas finas e rugas, suavizam a textura áspera e melhoram as irregularidades da superfície da pele. *imperfeições como oleosidade, diferença da tonalidade e acne.

Confesso que pesquisei um pouco e pensei bastante antes de comprar o Blemish + Age Defense, porque ele é um produto, muito, mas muito caro mesmo! E diferente do que possa parecer, nos Estados Unidos a SkinCeuticals também é uma marca cara, ou seja, não tem muito por onde fugir. Mas como eu estava sem nenhum tratamento anti-acne para ser usado durante o dia, então resolvi investir. Pela manhã lavo meu rosto com um gel de limpeza, aplico um hidratante para a área dos olhos, tônico adstringente, o Blemish + Age Defense, um hidratante facial e por fim meu protetor solar. Não utilizo ele à noite pois já tenho outros produtos para aplicar e prefiro não sobrepor um ao outro.

Este produto tem uma embalagem que lembra muito um frasco de remédio, mas todos os produtos da SkinCeuticals tem a mesma característica. Ele vem com um conta gotas e você aplica de quatro a cinco gotas no rosto limpo. A textura é bem líquida, quase como se fosse uma “água”, então ele espalha com facilidade e é rapidamente absorvido pela pele sem deixar resíduos ou sensação de pele oleosa e pegajosa, pelo contrário, o toque é completamente seco. Depois da aplicação, principalmente se você como eu, resolver colocar as gotinhas na palma da mão e depois aplicar no rosto, é importante lavar as mãos. Os ácidos do produto fazem uma espécie de “peeling” na pele e quando aplicados em alta concentração, a pele descama. Minha mão descamou quase inteira, mas isto não acontece no rosto, podem ficar tranquilas.

Testei: SkinCeuticals Blemish + Age Defense

Indo ao que interessa, comecei a usar o serum no começo de maio, então já fazem dois meses. Durante este tempo, percebi que a oleosidade da pele já reduziu um bocado e a textura também está muito diferente: o rosto parece mais macio, sem aquele relevo irregular que era característico da minha pele. Algumas manchinhas começaram a clarear um pouco, mas nenhuma delas sumiu completamente – para falar a verdade, eu também não espero que isto aconteça. Não senti nenhuma redução significativa na quantidade de cravos e poros dilatados, mas depois de dois meses de uso, fui ter uma espinha esta semana. Eu geralmente tenho uma ou outra no período pré-menstrual, mas nos últimos meses isto não aconteceu. Como o Blemish + Age Defense é o único produto diferente que eu comecei a utilizar, devo atribuir isto a ele. Em resumo: no geral o produto cumpre muito bem o que promete, à exceção dos poros e cravos que eu realmente não vi nenhuma grande melhora ainda.

Segundo a marca, ele tem rendimento de três ou quatro meses. Como eu estou usando uma vez ao dia e já fazem dois meses, o meu frasco não está nem pela metade ainda, então acredito que seja um investimento que irá compensar. Se você tem dúvidas se deve ou não comprar este produto minhas dicas são: ele é indicado para acne adulta, se você é adolescente ou converse com o seu dermatologista ou não compre, procure outras opiniões, fale com seu médico principalmente se você faz uso de outros produtos para acne ou produtos sensibilizantes. O Blemish + Age Defense é muito bom e eu com certeza vou continuar usando, mas cada pele tem suas características e necessidades diferentes.

Sobre o preço, ele varia. O meu eu comprei na Drogaria São Paulo e chorei um desconto, então saiu por mais ou menos R$175 se eu não me engano. Mas tem no próprio site da SkinCeuticals por R$199 e na Época Cosméticos Perfumaria por R$189,20. Caro, muito caro, mas eu achei que compensa.

 

Detalhes da nota:

Embalagem

4/5

Textura

5/5

Eficácia

4/5

Rendimento

5/5

Preço

2/5

Avaliação Final: 4 estrelinhas.

 

Disclaimer | Os links desta postagem tem como finalidade a consulta de preços e locais disponíveis para a compra do produto. O blog não é comissionado pelas vendas geradas através destes links.