Categoria: aleatoriedades

Aleatoriedades de Segunda #21

Mudança 360º
Mudança 360ºC

Este ano eu decidi fazer muitas das coisas que até então eu só dizia que iria fazer. Uma delas incluía parar de tomar a medicação que me foi receitada lá em maio do ano passado. É um remédio bem forte para tratar, entre outras coisas, dores crônicas e portanto não posso simplesmente parar de tomar, já que ele tem diversos efeitos colaterais. A orientação do meu médico foi que eu procurasse alguma atividade física porque isto iria, aos poucos, substituir a medicação. Mas quem disse que eu fui? Bem, depois de tantos meses, resolvi dar um basta nisso e de quebra, ainda marquei consulta com endocrinologista e nutricionista para resolver coisas que eu estava empurrando com a barriga.

A matrícula na academia está feita, as roupas e o tênis foram comprados, os exames de sangue solicitados pelo endocrinologista foram feitos e, enquanto vocês estão lendo esta postagem, estou na minha primeira consulta com a nutricionista. Tudo isso me deu muito ânimo! Estou provando para mim mesma que sou capaz de resolver as coisas e mais que isso: tem coisas que só dependem da nossa força de vontade. Por exemplo: já fazem uns dois anos que venho falando em emagrecer, mas sem comer direito fica impossível. Foi preciso ouvir do médico que eu já estou com sobrepeso e colesterol bem alto para entender que eu não preciso virar “marombeira”. Mas preciso mudar meus hábitos e cuidar do meu corpo é bem estar com o mesmo zelo que cuido da minha beleza.

Meu objetivo não é ficar sarada, nem ser fitness, é apenas ser saudável e principalmente mudar minha alimentação, porque colesterol é coisa séria. Só quem tem casos de doenças cardíacas entre família e amigos sabe o real perigo que isto representa e honestamente, com 26 anos, acho que estou um pouco nova para ter este tipo de problema.

 

Conexão 24/7
Mudança 360ºC

Outro dia estava no trem e ao pararmos na estação Pinheiros vi aquele mar de pessoas de sempre, porém todas de cabeça baixa. É incrível como o celular ocupou um espaço muito maior do que deveria em nossas vidas. Eu não tenho plano de internet móvel por escolha: acho um absurdo o preço que as operadoras cobram pelo serviço péssimo e também não quero me ver nesta situação onde, de repente, perco a consciência do entorno e de tudo que acontece no mundo, para focar única e exclusivamente em mim. Porque seja tablet ou celular, cansei de ouvir as frases “se eu perder meu celular, eu morro” ou “minha vida toda está aí, não sou nada sem meu celular”. Estes aparelhos contemporâneos são mais egocêntricos do que imaginamos: o dia acontece e passa e você nem percebe que passou 24h sem desligar-se da internet.

Sou o tipo de pessoa que considera a maioria dos extremos prejudiciais e isto inclui o uso excessivo de celulares e tablets. De manhã, quando vou para o trabalho, gosto de observar a paisagem e as pessoas. Ver o que mudou, como está o dia e não ficar olhando para baixo. Aliás foi em uma destas oportunidades que descobri um pica-pau morando em uma árvore próxima da minha casa. Eu fiquei muito feliz aquele dia e não conseguia parar de contar parar todos sobre aquele pequeno e inusitado acontecimento.

Acho que em muitos casos, a internet tem deixado o mundo, de certa forma, mais frio. Precisamos de conversas reais, com pessoas reais. Abraços e beijos reais, de pessoas reais. E precisamos deixar de acreditar nos personagens que vemos no Facebook e Twitter porque muita gente que se diz ser tudo aquilo, na verdade só usa a tela como a mais perfeita de todas as fantasias. É hora de voltarmos um pouco para o mundo real.

 

Rockabilly Summer

Ainda na vibe do verão, porque não está fácil manter a dignidade nestes dias infernais, uma seleção de músicas (oferecimento do meu namorado) para pelo menos dar aquele “up” no ânimo!

Aleatoriedades de Segunda #20

Desapegando
Aleatoriedades de Segunda #20

Sei que no começo do ano muita gente tem o costume de se desfazer de coisas acumuladas durante o ano anterior. No entanto, este movimento começou há algum tempo comigo… Me dei conta de que estava guardando muito mais coisas (e pessoas) do que de fato precisava. Primeiro fiz uma “geral” no armário: foram, sem dó nem piedade, papéis sem nenhuma função, roupas e sapatos velhos ou que não serviam mais, cosméticos que nem se quer foram abertos ou que acabaram vencendo e no fim, só do armário, tirei três ou quatro sacos pretos de lixo. Depois, fiquei olhando para aquilo tudo e imaginando como todas aquelas coisas cabiam em um espaço tão pequeno. É nestas horas que vemos como guardamos coisas simplesmente por guardar. No meu maleiro por exemplo, uma das portas estava lotada com uma coleção de bichinhos de pelúcia que nada fazia a não ser ocupar espaço. Eu guardava porque gostava da lembrança de cada pessoa que me deu um deles, mas entendi que a lembrança e o objeto não estão atrelados, então já era mais que hora daqueles bichinhos fazerem outras pessoas felizes. Não me desfiz de tudo, mas uma boa parte foi embora.

Depois olhei para as pessoas que estavam a minha volta. Muitas também só estavam fazendo “volume”, sabem? Foi aquela hora em que eu percebi se, pessoa X ou Y, não me acrescenta em absolutamente nada ou pelo contrário, só me deseja coisas ruins, bem, ela não pode fazer parte da minha vida. Aliás, este é um dos meus objetivos: manter por perto quem realmente faz a diferença. Aquele ditado “mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais perto ainda”, não funciona pra mim. Quero me cercar de alegria o máximo que eu puder e isto envolve as pessoas que estão ao meu redor.

 

30ºC e subindo!
Aleatoriedades de Segunda #20

Com este calor absurdo eu não consigo pensar em mais nada a não ser: praia. Aliás, esta coisa maravilhosa da foto é a Ilha Maurício, a sudeste do continente africano. Quase não dá para acreditar que exista um lugar assim… Aliás, eu não sei como as pessoas conseguem sobreviver com um calor desses! Estou dormindo com dois ventiladores, mal consigo aguentar o lençol da cama e ainda assim passo muito calor a noite toda! Acreditem se quiser, mas nos finais de semana, tenho ficado até meio triste de não estar trabalhando, só por conta do ar condicionado. Está insuportavelmente insuportável!

Vocês pessoas que gostam do verão, por favor me expliquem: como vocês gostam de uma estação onde, o simples fato de existir faz você suar por todos os poros? No frio, você coloca um monte de camadas de roupa e cobertor e ok, consegue ficar quentinha. Mas no calor, não existe alternativa a não ser o ar condicionado. Eu não entendo como vocês podem gostar do calor! Me expliquem antes que eu derreta.

 

gossip girl

Como eu estou absurdamente viciada na série, aproveitei o embalo e fiz a playlist desta semana com algumas músicas. Cheguei apenas até a metade da terceira temporada, mas mal posso esperar para chegar ao final! Quanto mais eu assisto, mais eu quero assistir, hahaha!

Aleatoriedades de Segunda #19

Resoluções de Ano Novo
Aleatoriedades de Segunda #19

Eu não sou uma pessoa que faz “resoluções de ano novo”. Nunca conheci alguém que conseguisse cumprir tais metas. E a maioria das pessoas tenta fazer as pazes com a balança logo no primeiro mês do ano. Mas é só começar o carnaval que tudo vai por água abaixo. Mas se tem uma coisa que eu faço é estabelecer metas para a minha vida. Podem ser que elas se concretizem agora, amanhã, semana que vem, ano que vem, daqui a 10 anos, eu não sei, mas são coisas que eu gostaria de ter e manter comigo. A mais importante delas e talvez a mais clichê de todas seja ser feliz. E quem não quer ser feliz, certo? Mas se 2014 me ensinou uma coisa é que felicidade não vem tão fácil assim. É preciso trabalhar e trabalhar duro por ela. Não estou me referindo ao meu trabalho profissional, mas sim como pessoa. Isso porque a felicidade que o dinheiro traz é fulgás: vem e vai embora assim que você sai da loja com a sacola em mãos.

Quero ser feliz primeiro comigo mesma. Eu sou a rainha da auto-crítica, vocês não tem ideia! Nada nunca está bom. Sempre pode melhorar, melhorar e melhorar. Eu nunca estou bonita. Eu nunca sou bonita. Problemas de auto-confiança e auto-estima estão na minha pauta este ano, porque não tem como ser feliz se você primeiro não estiver satisfeito consigo. Depois eu preciso mudar velhos hábitos de racionalizar tudo, levar tudo tão a sério… Parecem coisas simples e triviais, mas eu garanto que não é tão fácil assim! Claro que além disso, é preciso encarar a vida com outros olhos. Não sei vocês, mas eu tenho uma tendência de sempre pensar o pior de tudo e nem preciso dizer o quão péssimo é isso, certo?

Então cá está a minha “maior resolução de ano novo”: ser feliz! E vocês? Fazem resoluções também?

 

Gossip Girl
Aleatoriedades de Segunda #19

Ok. Depois de todo mundo cá estou eu assistindo Gossip Girl. Existem três culpados para isto: uma amiga (obrigada por me viciar Bru!), o Netflix e o winter break das séries nos EUA. Fazia algum tempo que eu ouvia falar da série, mas sempre achei superficial e bobinha demais. Não que eu estivesse errada, afinal acompanhar a vida de adolescentes abastados em Nova Iorque instantaneamente nos faz pensar em limousines, festas, álcool, drogas, marcas de luxo e muito dinheiro em jogo. Basicamente é sobre isso que trata o seriado para quem ainda não assistiu. E claro, são adolescentes, então intrigas, drama e confusão são apenas a cerejinha do bolo.

E esta pode ser a parte em que vocês me perguntam porque eu ainda estou assistindo Gossip Girl. Eu não sei! Hahahaha! É apenas viciante! E por mais superficial que a história pareça, alguns personagens como Chuck Bass (Ed Westwick), Rufus Humphrey (Matthew Settle) e Lily Bass (Kelly Rutherford) são mais profundos do que as protagonistas Bailr Waldorf (Leighton Meester) e Serena van der Woodsen (Blake Lively). Aliás, Chuck, que supostamente seria um daqueles personagens para odiar, está se provando muito mais interessante do que a série inteira vejam só! Por enquanto cheguei apenas ao começo da 3ª temporada, mas do jeito que vai, daqui a pouco será mais uma que vou assistir inteira sem nem perceber.

 

Summertime

Eu não gosto do verão. Na verdade é bem o contrário: não suporto o calor! Mas já que cá estamos e o forno assa até meados de março/abril, a playlist desta semana é para pelo menos levantar os ânimos de quem, como eu, não aguenta mais depender do ventilador e do ar condicionado para viver.

Aleatoriedades de Segunda #18

Querendo mudar!
Aleatoriedades de Segunda #18

Estou com muita, muita vontade de mudar o cabelo! Tanto que, em uma ida à farmácia, comprei o kit para californianas da linha Imédia Excellence da L’Oréal. Mas… Cadê a coragem de passar? Ao mesmo tempo em eu estou louca para fazer alguma coisa de diferente, tenho medo de “dar caca”, especialmente por não ser uma pessoa com muita experiência em mudanças capilares que envolvam clareamento. O máximo que já fiz em casa, foi passar tonalizante (adoro o da Kert, Banho de Brilho e do C. Kamura o ColorIntense) e olhe lá! Já passei muita tintura no cabelo da minha mãe, mas este foi o máximo.

Então estou nessas: com vontade de dar um pouco de luz nos meus cachinhos, sem tempo de ir ao salão e com muito medo de dar alguma coisa errada com essas tais “californianas”. Já vi diversos vídeos de meninas que usaram este e outros kits de mechas para fazer em casa e conseguiram ótimos resultados. Mas sabem como é, né? Novata no assunto, a possibilidade de tudo dar errado é enorme! Eu sei que, no pior cenário possível, basta um bom tonalizante para amenizar o problema, mas ainda assim, rola aquele medão…

Alguma de vocês já usou um destes kits para fazer mechas em casa?

 

Frio!
Aleatoriedades de Segunda #18

E demorou, mas eis que o inverno chegou em São Paulo! E chegou com tudo! Até os meus cachorros que adoram ficar no corredor do quintal para lá e para cá durante a noite, só querem saber da caminha e cobertor. Claro que eu não sou diferente, tanto que o look mais usado tem sido este, inspirado nas últimas tendências de moda da Esquimó Fashion Week.

Não sei vocês, mas prefira andar encapotada do que passar frio! x_x

 

cold! <3

Falando em frio, a playlist da semana foi inspirada por ele! Com músicas para aquecer pelo menos o coração e a alma (acompanhadas de um bom chocolate quente, aquece o corpo também!).