Aleatoriedades de Segunda #23

Life goes on and on…
Aleatoriedades de Segunda #23

Este fim de semana fui ao casamento de uma das minhas primas, mais nova do que eu. Até então, os casamentos em que fui não eram de pessoas da mesma geração que a minha, eram tios, amigos dos meus pais, pessoas mais velhas, mas desde o ano passado, quando uma amiga minha do ensino médio casou-se, as coisas mudaram de figura. De repente a ideia de que estávamos todos realmente todos na vida adulta, me assolou meio no susto. No entanto, confesso que a ficha só caiu de verdade quando vi minha prima entrando no local da cerimônia, vestida de branco, com véu e bouquet. Aliás, foi neste mesmo momento em que um filme passou pela minha cabeça e comecei a lembrar de quando éramos criança e brincávamos muito juntas, eu ia na casa dela e ela na minha. Não pude evitar e logo já estava com os olhos marejados. Tudo bem que eu não sou lá parâmetro de choro, porque sou meio “manteiga derretida”, mas perceber que a vida estava, de fato acontecendo para nós, foi ao mesmo tempo bom e assustador.

Quando somos adolescentes temos certeza de que esta fase será eterna, que a vida sempre será fácil e se resumirá entre escola, amigos e família. Alguns encaram estágios, outros estudam para o vestibular, outros ainda preferem passar as tardes revezando entre dormir no sofá e assistir TV – outros, infelizmente nem sabem o que é escola e perdem-se na vida antes mesmo de conhecê-la, sem contar aqueles que vão na direção oposta e assumem responsabilidades de “gente grande” quando na verdade, não são nem mesmo responsáveis por seus próprios atos. Mas a verdade é que, ela passa! E eu gostaria que tivesse passado mais rápido se vocês querem saber. É entre os 18 e os 25 anos que eu me vi em um lugar um pouco “estranho”: não me considerava mais adolescente, mas também não tinha certeza se era adulta. Foi com o trabalho, as responsabilidades de pagar contas, assumir meus erros e principalmente, ver eventos como um casamento de uma amiga e de uma prima, que eu percebi que já faz algum tempo que tenho caminhado com minhas próprias pernas.

Confesso que tomar pleno conhecimento disto é ao mesmo tempo assustador e libertador. Acho que cresci.

 

Filmes de Casamento

Como não poderia deixar de ser, eu sempre acabo entrando na “vibe” casamento quando vou a algum e claro que, comédias românticas sobre o tema também figuram entre um dos meus temas de filmes favoritos quando quero relaxar. Filmes água com açúcar, bem sessão da tarde, só para se divertir, sabem? Então, aproveitando o gancho do casamento de sábado, reuni aqui três dos meus favoritos que eu tenho quase certeza que a maioria já assistiu.

Noivas em Guerra
Noivas em Guerra (2009)
Liv (Kate Hudson) e Emma (Anne Hathaway) são melhores amigas desde a infância e juntas, cresceram imaginando como seria o casamento dos sonhos: na primavera, em junho, no Palace Hotel em Nova Iorque. Quando finalmente, ambas ficam noivas e começam os preparativos para o grande dia, um pequeno erro de agenda pode mudar a amizade entre elas: os dois eventos foram marcados para o mesmo dia e na mesma hora. É então que Liv e Emma entram em uma disputa, sem medir consequências, para que uma das duas mude a data de seu casamento. De cabelo azul a bronzeado “laranja cone de trânsito”, o filme garante boas risadas! Para quem não viu, vale a pena preparar a pipoca e se aconchegar no sofá.

 

O Casamento do Meu Melhor Amigo
O Casamento do Meu Melhor Amigo (1997)
Jules (Julia Roberts) recebe um telefonema de seu melhor amigo Mike (Dermot Mulroney) anunciando que vai se casar e pedindo para que ela compareça à cerimônia, sendo uma das madrinhas. Só então, depois de tantos anos, Jules descobre que sempre foi apaixonada por ele. Ao invés de declarar seu amor de uma vez, ela concorda em fazer parte do casamento com um único objetivo: impedir que seu grande amor case-se com Kimmy (Cameron Diaz). Este é um dos clássicos dos anos 90, que quem ainda não viu, com certeza precisa ver! Além do final não ser exatamente o que se espera, uma das melhores cenas com certeza é a de Cameron Diaz desafinando sem dó no videokê. Impagável!

 

Vestida para Casar
Vestida para Casar (2008)
Este é o meu favorito dos três! Jane (Katherine Heigl) já foi madrinha de 27 casamentos, mas até então, nunca viu o seu acontecer. Ela espera que um dia seu chefe George (Edward Burns) veja que, na realidade, eles formam um casal perfeito e estão perdidamente apaixonados. Mas, quando a irmã mais nova de Jane, Tess (Malin Åkerman) aparece em sua vida diretamente de Milão e conhece George, as coisas começam a ficar um tanto quanto confusas. Sem aviso prévio, George e Tess estão de casamento marcado e quem irá organizar a festa? Ela mesma, a irmã apaixonada pelo noivo da irmã mais nova, Jane. Entre bolos e vestidos, Jane ainda tenta precisa colaborar com a matéria que o repórter Kevin (James Marsden) está escrevendo sobre o casamento do ano.

 

Para dançar

É segunda-feira, mas vamos sacudir a poeira! A playlist desta semana é daquelas para levantar da cadeira e começar a dançar!

Be Sociable, Share!

Comentários do Facebook

comentários