Tag: roupas

Aleatoriedades de Segunda #15

Das coisas que não gosto: comprar roupas.
Aleatoriedades de Segunda #15

Não tenho paciência e fim. Muitas vezes passeio pelas lojas de departamento, pego uma ou duas peças mas a preguiça de provar é tanta, mas tanta que acabo deixando por isso mesmo e devolvo as peças onde as encontrei. Além disso, sou uma pessoa muito, mas muito chata para comprar roupa. Um exemplo? Calça jeans. Uso todos os dias, mas gosto de apenas um modelo: reta. E onde se acham calças jeans retas em terra onde só há o modelo skinny cada vez mais e mais agarrada? É um verdadeiro desafio. E me cansa tanto que só compro quando realmente preciso em lojas que sei que não vou precisar passar pelo estresse de provar mil e uma calças que ficam justas na coxa e largas na cintura.

Sapatos e bolsas? Também não ligo. Uso sapatilhas para tudo. Tenho 1,73m e meu maior pesadelo são saltos. Mas eis que quando vou comprar algum sapato, o que sobra na minha numeração são sempre os saltos de 15cm. Ou seja, parece tudo ao contrário. Então estou sempre de sapatilha ou bota sem salto. Vestuário é uma coisa que me cansa e eu não consigo entender como a maioria das mulheres consegue encarar como terapia, huahuahuahua! É simplesmente muito estressante.

 

Em compensação… Compras de beleza!
Aleatoriedades de Segunda #15

Claro que para comprinhas de beleza a preguiça é 0 e a vontade é sempre maior do que a minha conta bancária permite, hahaha! Mas nos últimos tempos andei comprando algumas coisinhas novas que estava de olho há tempos, ou que por força do destino, esbarrei em uma prateleira com uma luz divina iluminando o produto e um eco chamando meu nome, mas que enfim, renderam algumas coisas interessantes!

Aí na foto tem duas bases novas: Velouté Mat da Le Lis Blanc e Anti-Blemish Solutions da Clinique. Também comprei um corretivo novo para substituir o Boi-ing da Benefit e escolhi o Correcting Concealer da bareMinerals. Também comprei a esponja Goutté da Le Lis que dizem ser tão boa quanto a famosa Beauty Blender.
Já o Primer Potion é em função do meu pequeno que veio acompanhando alguma paleta estar bem no fim.

Para os lábios, como eu sou #aloka do lip balm tem três novidades: Lip Relief Cream da Blistex, Regenerador Labial Bepantol e Rêve de Miel da NUXE. Da M·A·C comprei o batom Patisserie. Claro que ainda não testei tudo, mas adianto que estou SUPER empolgada com a base da Le Lis Blanc então é bem provável que vocês vejam ela primeiro por aqui.

 

Lado B

Para esta segunda-feira, a playlist foi um tantinho inspirada em 7 anos de namoro com um cara que adora rock e que aos poucos está me fazendo descobrir bandas! Então juntei um pouco do que eu ouvi na adolescência com um pouco do que estou conhecendo e cá está, um pedacinho do meu “lado B”, para quem curte rock.

Casual Sunday: Estilo Básico

Vocês sabem que eu nunca fiz nenhum post sobre moda aqui no blog. Sou uma pessoa que não acompanha tendências, não lê revistas, sites e blogs sobre o assunto, não gosta da expressão “must have” e por estes e outros motivos não é, nem de longe, alguém que se atreveria a escrever sobre um assunto do qual não tem conhecimento nenhum. No entanto, tem uma coisa que eu posso escrever e que não tem nada a ver com “look do dia” e muito menos com as peças da estação que não podem faltar no seu armário: meu estilo de vestir.

Quem me conhece sabe que eu sou muito chata para comprar roupas e sapatos. É quase impossível eu entrar em um loja e gostar de mais de cinco peças. Qualquer loja. Por isso evito ao máximo comprar roupas. Meu estilo é pra lá de básico. Calça jeans e camiseta são as peças que eu uso quase todos os dias. Mas não qualquer calça e muito menos qualquer camiseta. Minha calça tem que ter lavagem escura, corte reto e nada de cintura baixa. Começando daí, já é uma dificuldade incrível achar uma calça neste estilo. Parece que o corte reto está em extinção e eu só acho calças skinny, flare, boyfriend e qualquer outra coisa menos reta. Tudo que fica horrível em quem, como eu, se incomoda com os quadris e com o tamanho das coxas.

Camisetas, sempre em gola “v”; a gola redonda me deixa com a sensação de estar sufocando. Fora isso, gosto que sejam mais compridas e soltinhas. Não gosto de nada que fique me apertando. Não gosto de glitter, brilhos e estampa, só se eu realmente gostar muito. Nada florido. Detesto caveiras. Enfim, sou muito chata e sofro para comprar roupas. Sei as lojas em que geralmente acho um ou outro item de que gosto e morro de medo de conhecer outras marcas. Se passo na vitrine e não me encanto com nada, não me acho em nenhuma peça, passo reto. Às vezes acho que sou uma das poucas pessoas que não sai correndo por aí toda vez que um estilista resolve assinar uma coleção para uma fast fashion da vida.

Mas estes dias eu descobri que não preciso ficar tão na defensiva. Tive a oportunidade de conhecer a Damyller, uma loja que normalmente eu não entraria por justamente julgar que não haveria nada para me agradar. Mas posso falar? Achei a calça perfeita lá! Quase não acreditei quando a vendedora me mostrou a lavagem escura, o corte reto e a cintura perfeita. E mais ainda: o número que eu pedi serviu perfeitamente! Já passei muito aperto em lojas cuja modelagem era tão pequena que o 40 virou um 44. Fiquei tão encantada com a calça que me dei a oportunidade de ver outras peças, fuçar nas araras e acabei saindo de lá com mais duas peças: uma regata nadador absolutamente básica e um cardigan que é a coisa mais fofa do mundo! Ele é tão gostoso de vestir que tive vontade de dormir com ele.

É extremamente raro acontecer isso e estou sendo mais do que honesta. Para vocês terem ideia, quando comecei a namorar, disse para o meu namorado nunca me presentear com uma peça de roupa de tão chata que eu sou para isso. Achei tanta coisa legal na Damyller que quase não acreditei que existia uma loja que poderia misturar tantas peças, com tantos estilos diferentes: dos mais básicos aos mais elaborados. Claro que o atendimento também ajudou muito (de que adiantam roupas lindas se os vendedores não sabem atender os clientes? Já passei tantas vezes por isso…)! As meninas foram muito solicitas e entenderam exatamente o que eu queria. Saí de lá realmente satisfeita e com a certeza de que o mundo não precisa ser um lugar apenas de it bags e must haves.

Damyller
www.dmylr.com.br
Shopping Vila Olímpia
1º Piso – Loja 234
(11) 3044 4116