Esmalte da Semana: Samba

Esmalte Samba

Coloquei na cabeça que queria usar um esmalte verde esta semana e quando fui buscar entre a minha “pequena”coleção, me deparei com mais de 10 tonalidades diferentes de verde: do mais claro, passando pelo Jade da Big Universo até o escuro Carbono da Colorama. Me concentrei naqueles que tem o fundo mais azulado e entre eles, um que adquiri no ano passado durante a Beauty Fair e até então não havia usado: o Samba da coleção Dance Comigo.

Gosto muito da textura, cobertura e durabilidade dos esmaltes Ana Hickmann em geral, mas não tenho idéia do porque o meu vidrinho começou a decantar – decantar, é quando o pigmento se separa da base do esmalte, então o fundo geralmente fica branco e na parte superior, há um “acumulo de cor” –, visto que eu guardo todos os meus esmaltes de pé. Também achei a textura um pouco mais espessa do que o de costume, mas cobriu bem com duas camadas, só que com o calor que anda fazendo, as bolinhas foram inevitáveis…

Close do Esmalte Samba

Como vocês podem ver, as cutículas ficaram um pouco manchadas, mesmo eu tendo hidratado as mãos antes de começar e usado um pincel chanfrado e o palito de laranjeira para limpar. Então sim, é um esmalte mais trabalhoso, mas nada impossível e que depois um pouco de água e sabão não resolva.

Por fim, a cor diferente e sei que nem todo mundo usaria. Não é um esmalte que passa desapercebido, mas eu gostei bastante apesar de ter torcido o nariz quando começou esta história de esmalte verde nas mãos. E vocês meninas, encaram ou verdinho ou não?

Bom fim de semana!

PS: Sábado é aniversário do blog e vai ter uma SUPER surpresa por aqui! Não deixem de conferir! :D

Be Sociable, Share!

    Comentários do Facebook

    comentários

    • Eu também achei a cor muito bonita! Gostei de usar o Samba. Vi que ele é bem parecido com o Mabi da Specillità Hits, depois vou dar uma olhada, hehe!

      Beijos!

    • Mas os esmaltes da Ana Hickmann são mesmo muito bons! Eu gosto da qualidade e textura deles, com excessão da coleção Tentações que, por ter cores em tons pastel, é um horror para passar. O esmalte fica absolutamente manchado. =

      Beijos!

    • O meu Forró ainda está inteiro, mas o Samba foi gritante! Estava pior do que os esmaltes da linha Color Trend da Avon (todos os meus, sem excessão, decantaram).

      A cor é linda mesmo! Gostei muito! Acho que vou me atrever a usar verde mais vezes, hehe! Viciei! ^-^

      Beijos!

    • O Hippie Chic tem uma base muito mais azulada do que o Samba, então eles acaba sendo bem diferentes, mas os dois são cres muito bonitas! Eu usei o da Colorama uma vez para fazer um “pseudo holográfico” e até que ficou legal, haha!

      Beijos!

    • Muito linda mesmo! Não sei porque eu levei tanto tempo para usar o Samba, acho que era medo das nhas verdes, hehe!

      Beijos!

    • Jura?! Espero que você tenha usado mesmo! Ele fica muito bonito nas unhas, gostei bastante dessa história de esmalte verde! ^-^

      Beijos!

    • Pois é, exatamente o que acontece comigo! Quando vem as “novidades” (tudo bem que esmalte verde nem é tão novo assim) eu sempre fico com um pé atrás, mas depois eu acabo experimentando e gostando. Com o Samba foi exatamente assim, gostei muito dele! :D

      Bejios!

    • Eu tenho o Hippie Chic também, os dois são mesmo muito bonitos! E as bolinhas…às vezes não tem jeito mesmo. Vi um post da Dani do Unha Bonita dando dicas para evitá-las e vou tentar da próxima vez que for fazer as unhas. Quem sabe ajuda, né?

      Beijos!

    • Eu optei por não tirar as cutículas mais. Mas este foi um dos poucos esmaltes que a deixaram manchada, nem com vermelhos acontece isso. Acho que depende um pouco da pigmentação e textura dos esmaltes, mais do que da cutícula.

      Beijos!

    • Ah, o Carbono é bem escuro mas tem um fundo verde sim, hehehe! Bem de leve mas está lá! XD Qual foi o esmalte que você comprou? Porque os da coleção Tentações são muito ruins mesmo, os outros (à excessão do Samba), eu não tive problemas.

      Quanto às cuticulas, eu parei de tirar porque fica mais fácil fazer as unhas e também porque minha cutícula é muito frágil e as manicures vivam me tirando bifes adoidado por aí. Mas é como você falou, né? Vai do gosto de cada um! ^^

      Beijos!

    • 4 vezes já, Clau! Uau! Isso pra mim é uma coisa que eu já não consigo fazer pelo menos há dois anos. Como eu estou sempre postando aqui no blog, sempre estou com um esmalte diferente, mas tenho aqueles que eu gostaria sim de repetir muitas e muitas vezes de tanto que eu gostei. ^^

      Beijos!

    • Acho que é mal do Samba mesmo, viu Su? Mas se você tiver paciência dá pra misturar ele, eu fiz isso com o Quartzo da Ana Hickmann também: peguei um parafuso pequeno e inoxidável (pode ser uma miçanga de plástico também) e joguei dentro do vidrinho, chacoalhei bem, bem, BEM e ele voltou ao normal. Demora um bocado mas funciona.

      A cor é muito bonita e os esmaltes da Ana Hickmann, pelo menos pra mim, entre os nacionais, são uns dos melhores mesmo. Só acho que ele podia ser um poquinho mais fluido (não muito).

      Beijos!

    • Lindo mesmo! Eu adorei usar o Samba. Acho que até usaria mais e mais vezes, hehe! ^^

      Beijos!

    • Coisas da Gigi

      Gabi, não sei, acho lindo nas mãos que vejo por aí, e achei lindo nas suas, mas não sei se usaria por causa do meu tom de pele, acho que chamaria muito a aatenção. Mas que tá lindo tá!

      • Mas às vezes é questão de experimentar para ver como fica, não? Eu também ficava receosa com certas cores de esmalte, como o próprio verde. Na época que estava aquele “bafafá” com o Jade da Chanel, que até a Big Universo lançou a versão nacional, eu torci o nariz. Não conseguia gostar, achava que ficaria feio nas minhas unhas, mas olha eu aí: usando o Samba.

        Acho que vale a pena tentar. Pinta uma unha, se você não gostar, é só ir lá e tirar. =]

        Beijos!