Cabelos: Tonalizante


Quem acompanha minha galeria no Flickr provavelmente já viu uma foto falando exatamente sobre este assunto por lá. Mas, para quem não acompanha e não viu, eis aqui um post falando sobre um dos milagres da estética capilar: o tonalizante.

Tonalizante? Pra que serve isso? Bem, a grande maioria das pessoas (homens e mulheres), tingem seus fios de alguma maneira, principalmente depois de certa idade. Para isso, nada melhor do que ir ao supermercado ou farmácia mais próxima, escolher sua marca e aplicar em casa ou tem gente que prefere ir ao salão. Embora esta não seja a questão, você sabia que pode adiquirir aquela mesma tinta profissional que seu cabelereiro(a) usa e nem precisa ser profissional da área para isso? O tonalizante é um destes casos.

Diferente da tradicional tintura, este produto não contém amônia, um dos principais ingrdientes responsáveis pelo ressecamento dos fios durante o processo de coloração. Mas se o tonalizante agride menos, porque todo mundo não usa só isso de vez? Justamente por não ter amônia, que o que oxida a tintura, fazendo a coloração, o tonalizante tem uma vida de 24 a 28 lavagens, ou seja, a manutenção dele é bem mais rápida. Porém, se o objetivo é apenas realçar a cor natural das madeixas, dar brilho e não cobrir fios brancos, esta é uma das melhores alternativas disponíveis.

Eu uso há algum tempo o Color Touch Fashion da Wella, na cor 4/77 que é o castanho médio marrom intenso (este que está na imagem) e adoro! Não fico mais sem! E sim, já usei Soft Color (da mesma Wella) e o Casting Creme Gloss (da L’Oreal) e prefiro pagar um tantinho a mais pelo Color Touch. Sim, um tantinho, pois não é tão caro quanto parece! Na perfumaria Sumirê, em São Paulo, a bisnaga sai por R$13,90 e a emulsão intensiva por R$5,99. Na Ikesaki eu tenho certeza que é um tico mais barato…Mas enfim, digamos que este é um dos “segredos” do meu cabelo!

Be Sociable, Share!

    Comentários do Facebook

    comentários