Arquivo: março 2013

Esmalte da Semana: Samoan Sand & Preto Fosco

Esmalte da Semana: Samoan Sand & Preto Fosco

Esta semana resolvi encarar um esmalte preto nos pés. Nunca fui de passar nada nos pés a não ser esmaltes branquinhos e nudes. Mas vi algumas meninas usando a cor e gostei muito, logo achei que seria uma boa ideia para ver se me acostumo a usar mais cores nos dedos dos pés. Eu só não havia pensado em que cor usar nas mãos (sou dessas que gosta de combinar tudo; não precisa ser da mesma cor, mas tem que combinar) porque, definitivamente o esmalte que eu estava usando, o Catwalk da Ana Hickmann, não estava “ornando”. Foi então que eu reparei que pela primeira vez em muito, mas muito tempo mesmo minhas unhas estão compridas!

Sim, comecei a usar o Nailgrowth Miracle da Sally Hansen (comprei na Audrey da Liberdade, aqui em São Paulo por R$49,99) e estou completamente boquiaberta com o resultado. Ele promete unhas até 30% mais longas em 5 dias. Você deve aplicar uma camada nas unhas limpas, dia sim, dia não. É isto que venho fazendo. Na hora em que aplico a base, tenho a sensação até de que elas ficam mais durinhas e resistentes. Até agora, nenhuma lascou e sim, estão longas! Oportunidade incrível para fazer uma “inglesinha” que eu namorava há tempos: esmalte nude com pontinha preta fosca.

Esmalte da Semana: Samoan Sand & Preto Fosco

Escolhi como base o Samoan Sand da O·P·I, já havia mostrado ele aqui, mas eis que este esmalte tornou-se o meu nude favorito. Tanto pela textura quanto pela cor que combina perfeitamente com o tom da minha pele. Já para fazer a pontinha preta, escolhi o Preto Fosco 01 da Risqué. Reza a lenda que era uma edição limitada, mas qualquer outro esmalte preto, bem como qualquer outro nude, servem para fazer essa unha.

O resultado é lindo, mas tem que ter mão firme e muita paciência para limpar a caca que o esmalte preto faz embaixo das unhas. Eu tirei o máximo que consegui, mas sempre fica um restinho aqui e outro ali, então se você não tem paciência, melhor pedir mesmo para a manicure.

Eu amei porque há muito tempo quero fazer essa inglesinha!
O que vocês acharam?

Fazendo as Unhas
Muitas me perguntam como eu faço minhas unhas e como dou este acabamento para as cutículas. Tem um passo-a-passo aqui no blog, mostrando exatamente tudo que eu faço: desde a remoção do excesso de cutículas, até a finalização e hidratação das mesmas. Basta clicar aqui para acessar.

Testei: Contém 1g Corretivo para as Pálpebras

Contém 1g Corretivo para as PálpebrasRecebi este produto há muito tempo da assessoria, mas só consegui testá-lo como deveria há pouco tempo. Eu não sou uma pessoa que acredita muito em primer para o rosto (até hoje, apenas o Pore Refining Instant Perfector da Clinique, Prime Time da bareMinerals e MagiX da Avon deram certo comigo), mas quando o assunto são os olhos, a coisa muda de figura. Eu tenho a pálpebra muito oleosa, então, na maioria das vezes, se passo uma sombra sozinha, seja em pó solto ou compacta, ela acumula e some. Só com o uso do primer eu consigo ficar com a sombra o dia todo nos olhos.

De todos os que eu havia utilizado até então, o Primer Potion da Urban Decay era o meu favorito. Um produto que segura a sombra e intensifica a cor o dia todo. A inconveniência do Primer Potion é o preço nada amigo aqui no Brasil, já que uma unidade beira a faixa dos R$100. E nesta história entra a Contém 1g, conhecida pelos seus preços bem salgadinhos, mas que desta vez, surpreendeu muito.

Contém 1g Corretivo para as Pálpebras

A Contém 1g Make-up desenvolveu o primeiro produto para ser aplicado especialmente sobre as pálpebras. A Pré-Sombra – Corretivo para as Pálpebras une o design moderno de sua embalagem à praticidade que as mulheres procuram para valorizar a sua beleza todos os dias. São três tonalidades – bege claro, médio e escuro – para uniformizar a pele e aumentar a fixação da sombra, além de potencializar sua cor.

Eu já havia utilizado o Creme Fix da marca e confesso que depois de alguma tentativas, acabe encostando o produto. A minha principal queixa em relação à ele, é o fato de ser muito difícil de esfumar uma sombra. Parece que ela realmente gruda na base e não sai por nada, então, quando eu posiciono o pincel no côncavo, acabo ficando com excesso de sombra no canto externo dos olhos e consequentemente, com um acabamento grosseiro. Acredito que ele seja mais eficiente para aplicar glitter solto por exemplo.

O Corretivo para as Pálpebras já não tem este “problema”. A textura dele é cremosa e até lembra a textura do gringo da Urban Decay, só que um pouco mais líquido. Ele espalha bem na pálpebra e dá uma leve corrigida na cor (recebi o Bege Médio). Não chega a substituir um corretivo tradicional se você, como eu, tem a pálpebra mais escura, mas como ele é uma base para sombra, acaba não tendo muita importância, já que a região será colorida depois. O que eu gostei é que ele tem um toque mais sequinho, o que é perfeito para a minha pálpebra super oleosa. E mesmo com esta característica, ele não deixa de intensificar a duração da sombra nos olhos.

Contém 1g Corretivo para as Pálpebras

Quando mostrei este corretivo no começo do mês, lá no favoritos do mês comentei que estava usando muito o produto e o motivo é simples: calor. No calor a sombra vai embora com mais facilidade ainda. E mesmo com os 30ºC e tantos graus que fazia em São Paulo no verão, o Corretivo para as Pálpebras segurou a cor o dia inteiro e não deixou o produto acumular. Eu achei incrível, pois até então, apenas o Primer Potion funcionava tão bem assim comigo. Mas como nem tudo é perfeito, a tal embalagem que deveria ser super prática, não é tão interessante assim. Às vezes giro o fundo e não sai produto nenhum. Com certeza eu preferiria que ele viesse em um tubo como o produto da UD ou até em um potinho.

Por fim, tanto Primer Potion quanto o produto da Contém 1g, tem mais ou menos a mesma quantidade: o primeiro com 11g (aproximadamente 10,5ml) e o segundo com 11ml. A diferença está no preço: por incrível que pareça, pela qualidade que oferece, até em relação à outros produtos nacionais, o Corretivo para as Pálpebras vale muito a pena por R$44! Com certeza é um dos melhores entre os nacionais e muito, mas muito melhor do que o Creme Fix.

Avaliação Final: 5 estrelinhas.

Enviado por assessoria

Dicas | BB Cream

Eu já fiz aqui um post super completo sobre o BB Cream, mas sempre que falo sobre o assunto, muitas dúvidas aparecem. Na semana passada perguntei na fan page sobre o assunto e quais ainda eram as dúvidas em relação ao produto. Hoje vou falar mais um pouquinho sobre o BB Cream mas com algumas ressalvas: eu tenho a pele oleosa, então os produtos que procuro sempre levam em consideração esse fator, por isso não sei indicar BB Creams para peles secas, normais, sensíveis e maduras. Tudo o que sei sobre o assunto, vai muito do que eu pesquisei e da minha própria experiência.

Vou deixar os links no final do post, para todas as resenhas de BB Cream que eu já fiz aqui no blog. Se você quiser comprar algum que não vende no Brasil, no F.A.Q. tem a lista completa de todos os vendedores com quem eu já comprei no eBay.

Dicas | BB Cream

Resenhas:

O Boticário | Sombras Make B. Crystal Black

O Boticário | Sombras Make B. Crystal Black

Recentemente recebi alguns itens da nova coleção de maquiagem da linha Make B. de O Boticário, a coleção Crystal Black. São itens especialmente desenvolvidos para a temporada de outono e inverno e, como em coleções passadas, alguns itens são edição limitada. Entre os produtos que foram enviados, recebi um quarteto de sombras, o Diamond Boreal e ganhei o Diamond Purple no dia do lançamento da coleção (ainda há mais uma cor de quarteto disponível, a Diamond Black. Um tem tons de verde e outro combina lilás, marrom e cobre. Assim como toda a coleção, as cores foram inspiradas nos cristais Swarovski que estão presentes nos produtos Make B., desde o lançamento da linha.

Eu já tive dois conjuntos de sombras de O Boticário. Um foi o trio Ágata Lumière e o outro é um duo de sombras da Secrets Collection. Os dois são bem antigos, mas desde aquela época, as sombras de O Boticário, ao menos a da linha “premium”, são macias, com cores lindas, mas costumam pecar um pouco na pigmentação e com estes quartetos da Cystal Black Collection não foi diferente. Tentei fazer swacthes das sombras individualmente, mas em especial o quarteto Diamond Purple tem a pigmentação um pouco fraca e só consegui usá-lo com um primer.

O Boticário | Sombras Make B. Crystal Black

Nesta maquiagem usei o quarteto Diamond Purple e segui a sugestão de look da própria marca. No canal do YouTube de O Boticário, tem alguns vídeos do Fernando Torquatto ensinando a fazer algumas maquiagens da coleção.

Comecei aplicando um primer em toda a pálpebra. Em seguida apliquei a sombra lilás mais clara em toda a pálpebra móvel e marquei o côncavo com a sombra marrom, esfumando bem. Em seguida, com um lápis marrom, fiz um traço rente aos cílios superiores, inferiores e também passei na linha d’água. Na pálpebra inferior, esfumei o traço marrom com a sombra roxa e na superior com a sombra marrom. Finalizei escurecendo o canto externo com um pouco da sombra marrom e máscara de cílios.

Achei este o quarteto mais fácil de ser usado, porque tem cores fáceis de trabalhar e um marrom, que é básico e combina, literalmente, com qualquer cor. A única coisa que eu não gostei muito foi do acabamento da sombra lilás. Ela tem muito brilho e pouca cor, quase como o acabamento lustre da M·A·C, mas com a diferença de ser uma sombra que esfarela mais do que as restantes.

O Boticário | Sombras Make B. Crystal Black

Aqui eu usei o quarteto Diamond Boreal. Comecei novamente com o primer e em seguida, apliquei a sombra verde claro em toda a pálpebra móvel, escurecendo o canto externo com o tom de verde mais escuro. Subi esta última sombra em direção ao côncavo e apliquei por cima a sombra preta. Passei lápis preto delineando quase todo o olho, deixei apenas metade da pálpebra inferior sem nada. Esfumei o lápis na parte superior dos olhos com o tom de preto e embaixo com o verde mais escuro. Iluminei o canto interno com um pouquinho de sombra prata e finalizei com máscara para cílios.

Apesar de ter gostado das cores e do resultado das duas maquiagens, como eu não tenho o costume de usar sombra colorida, provavelmente compraria o Diamond Black ao invés do Boreal. Os quartetos já estão à venda e o preço é de R$61,99 (ouch!).

Enviado por assessoria